Campo Grande: Consócio Guaicurus é multado em R$ 12 milhões por não contratar seguro em ônibus

Campo Grande: Consócio Guaicurus é multado em R$ 12 milhões por não contratar seguro em ônibus

14 de julho de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CAMPO GRANDE – A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Agência Municipal de Regulação, multou o Consórcio Guaicurus – grupo que detém a concessão do transporte público na Capital – por descumprir a obrigatoriedade de contratação de Seguro de Responsabilidade Civil, Geral e de Veículos.

O seguro tem como objetivo cobrir encargos relacionados à danos pessoais, morais ou materiais, decorrentes da prestação do serviço, incluindo danos causados por eventuais acidentes de trânsito.

De acordo com a decisão, em 28 de agosto de 2018, a Agência de Regulação procedeu a abertura do Processo Fiscalizatório n. 75496/2018-69, para análise do pleito da Concessionária de alteração da Cláusula Décima Oitava, do Contrato de Concessão n. 330/2012, que estabelece a obrigatoriedade de contratação de Seguro de Responsabilidade Civil, Geral e de Veículos.

Mesmo após notificação da irregularidade, a Concessionária não realizou a contratação, o que acarretou a multa de 5% sobre o valor da receita diária, que é de R$ 5.558.677,00 (receita operacional mais recente durante 30 dias), por dia de inadimplemento.

Desta forma, o cálculo utilizado foi no valor de R$ 9.264,46, que corresponde aos 5% da receita operacional. Como foi descumpridos 1.321 dias pela Concessionária, a multa aplicada ao Consórcio Guaicurus foi no valor de R$ 12.238.353,86.

Ainda cabe prazo de recurso de 15 dias úteis.

Consórcio Guaicurus se manifesta

O diretor presidente do Consórcio Guaicurus, João Resende, informou a TV Morena, que respeita o ponto de vista da Prefeitura, mas que irá recorrer no prazo e argumentar sobre outros direitos e deveres previstos em contrato que também são descumpridos por parte do município.

Com informações da Prefeitura de Campo Grande e TV Morena