Ônibus da OT Trans com rodoviários acaba assaltado no bairro São Caetano em Salvador

Ônibus da OT Trans com rodoviários acaba assaltado no bairro São Caetano em Salvador

9 de julho de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SALVADOR – Um ônibus da empresa OT Trans, modelo Caio Apache VIP IV, que transportava 70 funcionários para o trabalho, acabou sendo assaltado na madrugada desta quinta-feira (9), no bairro de São Caetano, no município de Salvador, por quatro bandidos que estavam em três motos, como informou os rodoviários.

“Eles pararam a gente, atravessaram a moto e colocaram a arma no meu pescoço. Assaltaram todo mundo, agrediram a gente. Está muito brabo. Quando parei no quebra-molas, ele pararam a gente. Super agressivos. Todo mundo estressado. Agrediram os colegas”, contou um dos rodoviários.

Segundo os funcionários da empresa de ônibus, a ação dos marginais, ocorreu por volta de 4h20, quando o ônibus trafegava na descida da ladeira de São Caetano. Os marginais ainda agrediram alguns rodoviários com coronhadas.

“Eu levei uma coronhada na testa. Eles subiram pedindo as coisas. Foi muito pânico, pessoal armado, tem que dá. Já passei [por isso] outras vezes, trabalhando como cobrador. Foi a primeira vez dentro da panha”, contou.

Os marginais roubaram dinheiros e pertences de todos os funcionários que estavam a bordo do coletivo. Após a ação, todos se encaminharam ao Grupo Especial de Repressão a Roubos a Coletivos – GERRC, registrando a ocorrência.

Em entrevista a Rede Bahia, o diretor do Sindicato dos Rodoviários, Daniel Mota, pontuou que os assaltos são frequentes e nos mesmos locais. Ele pediu ajuda do poder público

“É corriqueiro.Todo mundo já sabe, sabe qual é o roteiro. A gente faz um apelo para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) que mesmo com a pandemia, a gente não parou de rodar desde março e que tem outra pandemia que é a violência. Todo dia é corriqueiro a gente ser assaltado ou no Subúrbio Ferroviário de Salvador, no São Caetano, na Jaqueira do Carneiro, na BR-324”, falou.

Até o final do dia de hoje, ninguém foi preso.

Com informações da Rede Bahia e Sindicato dos Rodoviários de Salvador