Juiz de Fora: Rodoviários da Viação Goretti Irmão – (GIL), realizam manifestação contra o atraso dos salários

Juiz de Fora: Rodoviários da Viação Goretti Irmão – (GIL), realizam manifestação contra o atraso dos salários

8 de julho de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

JUIZ DE FORA – Os rodoviários da Viação Goretti Irmãos Ltda – GIL, realizaram na manhã desta quarta-feira (8), um protesto na Avenida Getúlio Vargas, após terem o pagamento de salários atrasados pela empresa de ônibus, referente ao mês de junho, como informou o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano – Sinttro.

O tráfego na região ficou bastante complicado, já que os funcionário da empresa de ônibus, acabou parando os coletivos na pista lateral. A Prefeitura de Juiz de Fora informou que os agentes da agentes da Secretaria de Transporte e Trânsito – Settra, acompanharam a manifestação dos rodoviários.

O sindicato da categoria, informou que o protesto ocorreu, por conta de uma mudança contratual. No início do mês de dezembro de 2019, algumas linhas da GIL foram transferidas para a Auto Viação Nossa Senhora Aparecida Ltda – Ansal e, com isso, os trabalhadores destas linhas foram incorporados pela nova empresa.

No último dia 15 de junho, os funcionários da Viação Goretti Irmãos Ltda – GIL,  realizaram um protesto referente as indefinições de diversos contratos de trabalhos entre a a empresa e a Viação Auto Nossa Senhora Aparecida – Ansal. De acordo com a prefeitura de Juiz de Fora, apesar do protesto, não houve problemas na circulação das linhas que a Viação Goretti Irmãos opera.

Em meio a crise financeira que a empresa atravessa, por conta da pandemia do novo coronavírus, e com a baixa procura por passageiros, gerando um prejuízo de mais de R$ 15 milhões às empresas, de acordo com dados da Astransp, a Ansal devolveu as linhas e os motoristas e cobradores para a GIL no dia 15 de junho.

De acordo com o Sinttro, os 187 trabalhadores que vieram da Ansal agora estão registrados pela GIL e, com isso, deveriam receber o pagamento pela Goretti Irmãos, o que até a manhã desta quarta-feira (8) ainda não ocorreu.

A Viação Goretti Irmãos Ltda – GIL, ainda não se manifestou sobre o atraso no pagamento de seus funcionário, até a publicação desta reportagem.

A Prefeitura de Juiz de Fora, através da Secretaria de Transportes e Trânsito – Settra, informou que recebeu na parte da manhã representantes das empresas Auto Viação Nossa Senhora Aparecida Ltda. (Ansal), Goretti Irmãos Ltda (Gil) e representantes do sindicato dos trabalhadores rodoviários no município.

Na ocasião ficou definido que as empresas irão formalizar um documento para apresentar ao sindicato e solicitar o retorno do transporte coletivo. A Settra explicou que aguarda a formalização do acordo.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano – Sinttro, disse que uma reunião com o Ministério Público do Trabalho – MPT, estava marcada para às 14h30, onde irão discutir a situação dos funcionários e as empresas, bem como a participação de representantes do governo municipal.

Acredita-se que a paralisação dos ônibus, da GIL, siga no período da tarde.

Com informações do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano – Sinttro e Prefeitura de Juiz de Fora