Terminais de ônibus da Região Metropolitana de Goiânia podem ser fechados por conta da Covid-19

Terminais de ônibus da Região Metropolitana de Goiânia podem ser fechados por conta da Covid-19

7 de julho de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

GOIÂNIA – O Consórcio RedeMod, que opera linhas de ônibus na Rede Metropolitana de Transportes Coletivo, informou na manhã desta terça-feira (7), que sugere o fechamento dos terminais de ônibus da Região Metropolitana de Goiânia, ao longo da pandemia da Covid-19. A sugestão de fechamento segue para um debate na Companhia Metropolitana de Transportes Coletivo – CMTC, nos próximos dias.

Foto: Reprodução de Internet

“Nossa expectativa é que essa ideia ganhe força, tenha uma repercussão positiva e que haja um entendimento que esse rumo é melhor do que o que estamos, aglomerando pessoas nos terminais, com grande possibilidade de contaminação”, afirmou o diretor executivo do Consórcio, Leomar Avelino.

Ainda segundo a RedeMob, houve uma redução de 71% na demanda dos ônibus, em relação aos número de segunda-feira (6), comparados à média do ano passado.

O Consórcio RedeMoB informou ainda que há registros de aglomerações, devido as configurações dos terminais de ônibus e demais fatores.

Acredita-se que para evitar cenas de aglomerações em terminais, sejam criadas linhas de ônibus diretas dos bairros mais populosos, para locais de grande demanda de passageiros, nos próximos dias. Um estudo da Rede Mob, prevê a implantação entre os dias 11 e 23 de julho próximo.

Eixo Anhanguera

Avelino informou que o fechamento dos terminais do Eixo Anhanguera, é um assunto bastante complexo, por se tratar do serviço de BRT na região, e que se torna necessário uma profunda discussão.

O executivo informou ainda que o Terminal da Praça A, deverá ser fechado. “Alguns precisam ser fechados, pois são os mais saturados”, alega.

Com informações do Consórcio RedMod e Diário de Goiás