Prefeitura do Rio registra 98 multas durante fiscalização do transporte nesta segunda-feira

Prefeitura do Rio registra 98 multas durante fiscalização do transporte nesta segunda-feira

29 de junho de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

RIO – A Prefeitura do Rio informou que a Secretaria Municipal de Transportes – SMTR, enviou nesta segunda-feira (29), agentes de fiscalização para os terminais do BRT Alvorada e Santa Cruz e nas estações Madureira, Mato Alto e Pingo D´água. Os fiscais aplicaram 98 multas, em sua maioria, por lotação. Outras irregularidades foram constatadas, como desorganização do terminal e intervalo entre os ônibus acima do permitido.

Equipes da SMTR seguem realizando ações diárias de orientação e fiscalização nas estações de maior demanda do BRT e em outros pontos estratégicos da cidade, com o objetivo de acompanhar a operação da frota e verificar se os protocolos sanitários estão sendo respeitados, seguindo as diretrizes publicadas no Diário Oficial da última quinta-feira (25).

Nesta segunda-feira, 29/06, equipes da SMTR estiveram nos terminais do BRT Alvorada e Santa Cruz, e nas estações Madureira, Mato Alto e Pingo D´água, e aplicaram 98 multas, em sua maioria, por lotação. Outras irregularidades foram constatadas, como desorganização do terminal e intervalo entre os ônibus acima do permitido.

“Continuaremos empenhados nas ações de fiscalização e também contamos com a conscientização dos passageiros sobre os cuidados com a própria saúde, protegendo, também, a saúde de todos os usuários e trabalhadores do sistema”, comentou o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

É importante destacar que a SMTR notificou os operadores para que reforcem a frota e respeitem os intervalos entre os veículos, principalmente nos horários de pico, para otimizar o embarque dos passageiros e evitar aglomerações. Desde o início das ações de combate ao novo coronavírus, 2.778 multas foram aplicadas ao BRT e aos consórcios que operam linhas de ônibus regulares por descumprimento das medidas de prevenção ao coronavírus no transportes público.

O Consórcio BRT Rio ainda não se manifestou sobre a ação da prefeitura do Rio

Com informações da Prefeitura do Rio