Prefeitura de Salvador segue administrando a Concessionária Salvador Norte

Prefeitura de Salvador segue administrando a Concessionária Salvador Norte

29 de junho de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

SALVADOR – Em meio a crise no transporte também causada pela pandemia do novo coronavírus, a prefeitura de Salvador informa que segue administrando a operação da Concessionária Salvador Norte – CSN, que é responsável por operar 127 linhas municipais na cidade.

No último sábado (20), o governo municipal decretou uma intervenção na empresa de ônibus, depois que tomou ciência de que a CSN não seguia cumprindo um acordo com os funcionários, atrasando inclusive o adiantamento salarial e também o ticket alimentação. Ainda segundo a prefeitura de Salvador, foi necessário fazer a intervenção, para que se evite uma paralisação dos funcionários.

De acordo com o secretário de Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, a Concessionária Salvador Norte – CSN, segue atravessando uma crise financeira durante a pandemia do novo coronavírus. “A prefeitura que está pagando os salários da CSN, é quem está administrando. O momento é difícil, a gente sabe, o número de passageiros caiu muito, nós transportávamos 1,3 bilhão de pessoas, hoje a gente transporta cerca de 420 mil”, disse.

“O momento para as empresas é muito difícil porque continua com 12 mil rodoviários, continua com 2.400 ônibus, independente disso aí ou não, a despesa é fixa e a receita caiu bastante. Em função disso, a CSN e seus antigos proprietários deixou de operar e, por ser um serviço essencial, a princípio não tinha como deixar esse serviço paralisado, principalmente numa hora de pandemia, imagine em Salvador, com menos 700 ônibus em plena pandemia, então fez intervenção na hora exata, na hora certa”, afirmou.

Nossa equipe não conseguiu contato com os diretores da empresa de ônibus, para que pudesse explicar sobre os problemas apontados pelos funcionários.

Com informações da Prefeitura de Salvador