Florianópolis: Ônibus da empresa Jotur seguem proibidos de entrar na cidade a partir desta sexta-feira (26)

Florianópolis: Ônibus da empresa Jotur seguem proibidos de entrar na cidade a partir desta sexta-feira (26)

25 de junho de 2020 0 Por Redação Revista do Ônibus

FLORIANÓPOLIS – Com o retorno do transporte coletivo intermunicipal e consequentemente um aumento demanda e circulação de passageiros nos terminais, a Guarda Municipal de Florianópolis segue fiscalizando o cumprimento das medidas sanitárias de prevenção ao Coronavírus no ônibus.

A exemplo da última segunda-feira, 22, os agentes seguem posicionados nas entradas da cidade: lado Continental da Ponte Hercílio Luz e alça de acesso ao Ticen, no final da Ponte Pedro Ivo. Todos os ônibus estão sendo abordados.

A Prefeitura de Florianópolis, informou que a partir desta sexta-feira (26), os ônibus da empresa de ônibus Jotude, seguem proibidos de entrar na cidade, após a divulgação de um vídeo, em que mostra um funcionário da empresa orientando os passageiros a driblarem a fiscalização municipal, com as normas de segurança, como forma de conter a proliferação do novo coronavírus.

“As outras cidades circulam com 50% e Florianópolis com 40%. A regra é pessoas na janela, uma por banco. São pontos que, creio deveriam ser compatibilizados entre as cidades da região”, afirmou o secretário de mobilidade e planejamento urbano da capital Michel Mittmann em entrevista ao Notícia na Manhã. 

A Jotur – Auto Ônibus e Turismo Josefense, informou através de nota que lamenta as declarações do funcionário visto no vídeo e, sobre a restrição da prefeitura de Florianópolis, disse que toma as medidas cabíveis para a circulação dos ônibus.

O governo municipal informou que as linhas voltarão a operar apenas quando a empresa comprovar capacidade de atender a demanda de usuário e seguir o protocolo sanitário, de acordo com a prefeitura.

Com informações da Prefeitura de Florianópolis