MP recomenda que Prefeitura de Palmas instale barreira sanitária na rodoviária

MP recomenda que Prefeitura de Palmas instale barreira sanitária na rodoviária

18 de junho de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

PALMAS – O Ministério Públicos de Tocantins recomenda que a Prefeitura de Palmas que passe instalar o quanto antes, uma barreira sanitária da rodoviária da cidade, como forma de conter a proliferação do novo coronavírus. O governo municipal, recebeu a recomendação nesta quinta-feira (18).

A recomendação segue assinada por membros do Ministério Públicos do Tocantins, Ministério Público do Trabalho e Ministério Público Federal, onde os procuradores alertam para a facilidade de uma contaminação da Covid-19, sem que haja qualquer tipo de fiscalização feita juntos aos passageiros.

A Rodoviária de Palmas que está localizada na área do plano diretor sul da capital, chama atenção com o número de ônibus que chegam diariamente desde o último fim de semana, após algumas semanas com restrições para embarque e desembarque. O terminal que fica ao lado da BR-010, antiga estrada estadual TO-050, ainda há pontos de interligação com o sistema de transporte municipal.

A Prefeitura de Palma realizou diversas ações de fiscalização, orientando os passageiros, e realizando testagens na rodoviária. Os promotores o serviço de embarque e desembarque dos ônibus intermunicipais e interestaduais deveria ser suspenso. O grupo solicitou ainda que as atividades na rodoviária sejam suspensas até que a situação esteja dentro dos parâmetros solicitados. Entre as medidas aconselhadas pelos MPs estão:

  • Instituição de plantão da vigilância sanitária de 24 horas
  • Aferição de temperatura corporal
  • Teste rápido em caso de alteração de temperatura ou sintomas da doença
  • Aferição da saturação de oxigênio do sangue por meio da oxímetro de pulso
  • Abordagem investigativa de cunho clínico epidemiológico
  • Levantamento de informações sobre contato com pessoas confirmadas ou suspeitas com a Covid-19
  • Coleta de informações de contato de pessoas com suspeita da doença.
  • Ampliação da quantidade de locais para higienização das mãos ou disponibilizar pontos com álcool em gel, sabonete, água corrente e papel-toalha

No documento enviado a prefeitura, o governo municipal tem o prazo de até 10 dias com adicional de mais cinco dias para que preste as informações sobre as medidas que estarão sendo tomadas no terminal rodoviário.

O município de Palmas segue registrando até a data de hoje 1.138 casos do novo coronavírus, e 12 mortes por conta da doença.

A Prefeitura de Palmas ainda não se manifestou sobre o assunto, até a publicação desta reportagem.