Últimas:
Curitiba: Profissionais de hospitais terão prioridade no embarque

CURITIBA – Profissionais que atuam em hospitais de Curitiba terão prioridade no embarque nos ônibus da capital a partir de segunda-feira (22). A iniciativa é da Secretaria Municipal de Saúde – SMS e da Urbanização de Curitiba – Urbs.

A prioridade foi uma solicitação da rede de hospitais da capital. Como os ônibus estão rodando com no máximo de 50% de lotação, o tempo de espera do passageiro está maior. Nos terminais, os expressos, articulados e biarticulados estão saindo com 30% de ocupação.

“É uma forma de dar prioridade ao profissional que está cuidando da nossa saúde e salvando vidas, que não podem esperar. A medida vai valer também para os que atuam diretamente na área de saúde e também para profissionais de limpeza, atendentes e de apoio nos hospitais”, disse Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs.

A prioridade no embarque dos profissionais que trabalham em hospitais é essencial neste momento de enfrentamento da pandemia da covid-19, de acordo com a secretária municipal de saúde, Marcia Huçulak.

“São essas pessoas que estão na linha de frente dos cuidados e fazem o hospital funcionar, sejam eles profissionais da saúde, limpeza, administrativo, serviços de alimentação”, afirmou.

Como vai funcionar

Os profissionais precisarão se identificar aos fiscais nos terminais com crachá ou documento que comprove que trabalham em hospitais. Em locais onde o fiscal não estiver disponível, como estações-tubo, por exemplo, é possível fazer a identificação para motoristas ou cobradores.

Para os empregados terceirizados que atuam em hospitais, a Urbs recomenda que sejam feitos crachás ou documentos que também identifiquem a instituição de saúde na qual a pessoa exerce suas atividades. Vale lembrar que a iniciativa é para prioridade de embarque, não está contemplada a isenção da tarifa.Cartazes serão colocados nos terminais, ônibus e estações-tubo para reforçar a recomendação e incentivar a colaboração da população. Dos cerca de 270 mil passageiros que usam o transporte coletivo na cidade por dia, 9,5 mil são ligados ao setor de saúde, de acordo com dados da Urbs

Com informações da Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: