Prefeito de Belo Horizonte diz que não irá colocar mais ônibus circulando nos próximos dias

Prefeito de Belo Horizonte diz que não irá colocar mais ônibus circulando nos próximos dias

29 de maio de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

BELO HORIZONTE – Na tarde desta sexta-feira (29), o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil – PSD, anunciou durante uma coletiva de imprensa, que o serviço de transporte coletivo feito por ônibus, não terá aumento na frota.

“Vai continuar a mesma quantidade de ônibus que está aí hoje porque não estamos abrindo nada. Quando estiver abrindo ou fechando a gente aumenta ou diminui. Agora trazer probleminhas enquanto nós temos estamos com 46 mortes em Belo Horizonte não vai levar à nada”, disse o prefeito.

Nos últimos dias, a cidade de Belo Horizonte segue sendo alvo de reclamações de passageiros que ainda continuam transportando passageiros acima da capacidade. Além disso, algumas empresas de ônibus ainda não estão disponibilizando álcool em gel, descumprindo com exigências da prefeitura. Ainda segundo o governo municipal, o prazo para adequação da norma era até hoje.

“Houve uma portaria estúpida do álcool em gel em ônibus como se a gente não tivesse em guerra. O transporte público é problema? É problema. Mas quanto mais o intermunicipal se misturar com o municipal, e sabemos que o intermunicipal é um problema”, disse Kalil, sem concluir a fala.

O chefe do executivo afirmou ainda que se faz necessário álcool em gel para os passageiros em todos os ônibus, mas mencionou que “isso do transporte é o menos importante”.

A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou nesta quinta-feira (28), o último boletim epidemiológico e com isso, a cidade tem 1.674 casos de coronavírus confirmados, 295 em acompanhamento, 1.333 recuperados.

Com informações da Prefeitura de Belo Horizonte