Rodoviários de Recife fazem ato pelos funcionários mortos pela Covid-19

Rodoviários de Recife fazem ato pelos funcionários mortos pela Covid-19

27 de maio de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RECIFE – A manhã desta quarta-feira (27), foi marcada por um ato no Terminal Integrado do Barro, na Zona Oeste do Recife em memória dos rodoviários que morreram por conta do novo coronavírus. Os funcionários de empresas de ônibus denunciam que a lotação nos coletivos seguem sem sim e que a distribuição de equipamentos de proteção individual – EPI não está sendo adequada.

Foto: Reprodução de TV

Até o momento, estão confirmadas nove morte de rodoviários no Recife e Região Metropolitana, como informa o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Aldo Lima. “Estamos protestando em solidariedade a todos os familiares que perderam entes queridos para a Covid-19”, declarou.

Um grupo de rodoviários trouxe ao terminal integrado diversas placas com imagens dos amigos que trabalhavam no transporte coletivo. Ainda de acordo com Aldo, “Os usuários falam que, quando os ônibus não saem lotados da integração, ficam lotados pela rua”, aponta.

O Sindicato dos Rodoviários de Salvador segue cobrando das empresas de ônibus que regularizem a distribuição de máscaras e demais equipamentos de segurança e que siga com a manutenção dos cobradores, já que segundo a entidade, em várias linhas, o motorista segue praticando a dupla função de guiar o ônibus e ainda ter que cobrar a passagem, colocando em risco aos passageiros a bordo.

“O motorista não tem tempo hábil para passar troco e higienizar as mãos”, disse o presidente.

O Consórcio Grande Recife informou através de nota que lamentou as mortes e informou que se solidariza com as famílias dos profissionais que faleceram com Covid-19. O consórcio apontou que a limpeza de terminais e veículos foi intensificada e lavatórios estão sendo instalados nos terminais integrados. Além disso, mais de 30 mil máscaras foram distribuídas.

“Com o estabelecimento da quarentena, fiscais do Consórcio, em parceria com as empresas operadoras e a Secretaria de Defesa Social (SDS), têm intensificado a fiscalização para que os ônibus só circulem com passageiros sentados e de máscaras”, afirmou no texto.

Por outro lado, o Consórcio Grande Recife disse que não possui o número real de funcionários que morreram em decorrência da Covid-19.

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana), ainda não se manifestou sobre o assunto, até a publicação desta reportagem.

Com informações do Consórcio Grande Recife, TV Globo, e Sindicato dos Rodoviários de Salvador