Viação Itapemirim diz que notícia sobre falência é falsa

Viação Itapemirim diz que notícia sobre falência é falsa

26 de maio de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – A Viação Itapemirim que segue no plano de recuperação judicial desde março de 2016, e que mantem parte de sua operação em atividade parcial, por conta da pandemia do novo coronavírus, segue alvo de Fake News. Em algumas redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo, surgiu a notícia falsa de que a empresa estaria abrindo falência, informação desmentida pelo Grupo Itapemirim na tarde desta terça-feira (26).

Nota do Grupo Itapemirim sobre a Fake News de uma possível falência

Estamos vindo a público refutar, veementemente, a notícia mentirosa de que nossa empresa pediu falência.

Trata-se de informação falsa, caluniosa, mentirosa, criminosa, sobre a qual estamos tomando providência legal.

Seguimos firmes e fortes! Tanto é que iniciamos, recentemente, o pagamento dos recursos da Classe 1 do nosso Plano de Recuperação Judicial, o qual está rigorosamente em dia, assim como todas as nossas obrigações.

Estamos em momento de evolução, mesmo neste período de pandemia pelo qual o Brasil e o mundo vivem. Haja vista que acabamos de ser agraciados com um novo lote de linhas da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Estamos crescendo e em evolução acelerada para continuar levando cada vez mais clientes a realizarem seus sonhos por todo o Brasil.

Grupo
Itapemirim

Grupo Itapemirim chama credores para efetuar em breve o pagamento de R$ 49 milhões

As empresas Viação Kaissara e Viação Itapemirim que fazem parte do Grupo Itapemirim, informou na última terça-feira (19) que está convocando todos os credores trabalhista da classe 1 do seu plano de recuperação judicial, para efetuar o pagamento dos débitos, de acordo com o comunidade do grupo, serão pagos R$ 49 milhões.

Segundo o documento oficial do Grupo Itapemirim, o pagamento dos trabalhadores está próximo, porém, não foi informado uma data para o início dos depósitos.

A empresa informou ainda que a comunicação de pagamento já teria sido enviado ao administrador judicial, e solicita aos credores que envie seus dados bancários e pessoas ao e-mail: pagamentosrj@itapemirimcorp.com.br

“Para tal, solicitamos a todos deste grupo que enviem seus dados bancários completos, contendo nome completo, banco, agência, conta corrente e número do CPF, para que possamos transferir os recursos. Se puderem, nos informem também o número de celular ∕ whatsapp atualizado (com DDD) e e-mail. Enviem as informações para o e-mail: pagamentosrj@itapemirimcorp.com.br, diz o comunicado do grupo

Com informações do Grupo Itapemirim