RJ: Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis convoca assembleia para a próxima terça-feira 12

RJ: Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis convoca assembleia para a próxima terça-feira 12

8 de maio de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

PETRÓPOLIS – O município de Petrópolis na Região Serrana do Rio de Janeiro, poderá enfrentar nos próximos dias, uma paralisação no serviço urbano municipal. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis, o acordo com o sindicato das empresas de ônibus não estaria sendo cumprido, e com isso, os rodoviários ameaçam entrar em estado de greve na próxima sexta-feira (15).

Ainda segundo o sindicato que representa os rodoviários, uma assembleia está sendo marcada para a próxima terça-feira (12), para que os funcionários do transporte possam decidir como irão proceder.

O Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis informam que os rodoviários da Viação Petro Ita e Viação cascatinha, estão com pagamentos irregulares. Na última terça-feira (4), os rodoviários anunciaram uma possível paralisação, como mostramos aqui, porém, uma negociação na época, acabou suspendendo a paralisação das operações da empresa.

Naquela época, o sindicato dos rodoviários, informou que o acordo entre os empresários e a entidade que representa os funcionários, que todo colaborador que possui direito, seria dadas férias, para evitar as demissões. O pagamento deveria ter sido feito na última quinta-feira, dia 30.

“Outras empresas estão cumprindo como podem pelo menos 70% do que foi acordado, mas a PetroIta e a Cascatinha, não. A cesta básica
será paga com atraso como no mês passado. Tem rodoviário que está passando necessidade”
, disse Edson de Oliveira, que é o presidente da entidade que representa dos funcionários de ônibus da cidade.

Em nota, a PetroIta e a Cascatinha destacaram que estão vivendo uma crise sem precedentes, assim como as outras empresas, com queda
de arrecadação superior a 70%, sem que houvesse redução de custo na mesma proporção, “resultando em um completo desequilíbrio
econômico-financeiro”
. “A empresa está se esforçando ao máximo para buscar alternativas com o objetivo de quitar todos os vencimentos
dos colaboradores”
, informaram.

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis e empresas Petro Ita e Cascatinha.