SP: Ônibus da EMTU seguem circulando lotados entre Campinas e Monte Mor

SP: Ônibus da EMTU seguem circulando lotados entre Campinas e Monte Mor

29 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CAMPINAS E MONTE MOR – Moradores dos municípios de Campinas e Monte Mor, no interior do estado de São Paulo, seguem sofrendo com o transporte coletivo intermunicipal, com a superlotação nos ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos do Estado de São Paulo -EMTU, em meio a pandemia do novo coronavírus, em que as autoridades sanitárias e de saúde pedem que se evite a aglomeração de pessoas.

Foto: Reprodução de TV

Na manhã desta quarta-feira (29), a EPTV, mostrou a situação de quem precisa embarcar na linha 709 EX1 que interliga os municípios de Monte Mor e Campinas, com veículos aglomerados em ônibus superlotados, como podemos ver ima imagem acima, quando um dos passageiros, inclusive, chegou a ficar com a bolsa presa na porta da frente do coletivo.

“Em todos os dias, é isto: lotado. Muita gente, todo mundo encostado. Todos os dias, a mesma coisa. Precisa (ter mais ônibus nessa linha), urgente”, disse uma passageira.

EMTU se pronuncia sobre a superlotação

Em nota, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos do Estado de São Paulo – EMTU emitiu o seguinte comunicado:

“Por causa da quarentena decretada pelo Governo do Estado, para o controle da disseminação do novo coronavírus, o número de passageiros transportados nas linhas intermunicipais teve uma queda de 73%. Por isso, foi necessária uma adequação da frota ao número de passageiros transportados em cada serviço.

A linha 709 não foi cancelada. Ela não opera aos domingos, mas é coberta pela 709 EX1, que tem ponto inicial no bairro Capuavinha, em Monte Mor, e realiza o mesmo trajeto até Campinas.”

A EMTU disse também que realiza diariamente o monitoramento das linhas intermunicipais, principalmente nos horários de pico, e que, se verificar a lotação “acima do nível aceitável”, comunicará ao Consórcio BUS+, responsável pelas linhas de ônibus intermunicipais na região de Campinas, a adequação da frota necessária. Caso o consórcio não atenda às recomendações, será penalizado.

A empresa destacou também a importância de os usuários relatarem nos canais oficiais as dificuldades encontradas, com informações sobre o número da linha, sentido e horário do problema.

Por fim, a EMTU e a Secretaria dos Transportes Metropolitanos disseram que estudam a possibilidade de distribuírem máscaras aos passageiros, para evitar a propagação do coronavírus.

A possibilidade de distribuição das máscaras vai ao encontro da decisão anunciada nesta quarta pelo governo do estado de São Paulo, que determinou, a obrigação do uso do item de proteção para todos os passageiros do transporte público a partir da próxima segunda.

Com informações da EMTU, Prefeitura de Campinas e EPTV