ANTT apreende ônibus pirata no Maranhão vindo de Upanema/RN

ANTT apreende ônibus pirata no Maranhão vindo de Upanema/RN

20 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ARAIOSES – Uma ação da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, acabou apreendendo neste domingo (19), após interceptação feita pela Polícia Militar, um ônibus pirata, também conhecido como clandestino, quando trafegava pela cidade de Araioses, município a 409 quilômetros de São Luís.

De acordo com a ANTT, o ônibus da empresa Tô de Folga SLZ, seguia transportando 40 passageiros vindos do município de Upanema, no interior do Rio Grande do Norte e seguia com destino final, a cidade de São Luís. No coletivo, segundo os agentes da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, o ônibus tinha diversas irregularidades, como pneu careca, para-brisa trincado, extintores vencidos entre outros.

Por conta das medidas preventivas contra a pandemia do novo coronavírus, a ANTT tem monitorado os fluxos de chegadas e saídas de possíveis veículos clandestinos nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará.

Desde março, a Agência mobilizou equipes especializadas no combate ao transporte clandestino de passageiros. Já foram abordados centenas de veículos e apreendidos cerca de 40 deles realizando transporte não autorizado, transportando cerca de 1.500 passageiros.

A operação da ANTT conta com apoio operacional da Polícia Militar e das secretarias estaduais e municipais de saúde, que tomam as medidas sanitárias cabíveis de prevenção e combate ao COVID-19.

A Agência reforça o alerta sobre os riscos de acidentes nos transportes clandestinos e ainda da maior exposição à contaminação do coronavírus, uma vez que esses veículos não cumprem os mesmos protocolos sanitários adotados pelas empresas regulares, o que aumenta o risco de contágio.

A ANTT segue intensificando as fiscalizações na região e a operação não tem prazo para terminar. Em caso de dúvidas ou denúncias, a Agência disponibiliza o telefone da Ouvidoria, número 166, ou o e-mail ouvdoria@antt.gov.br  Seguem as imagens.

Com informações da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT