DNIT conclui pavimentação em trecho na Serra da Rocinha/RS/SC e inicia terraplenagem em novo segmento

DNIT conclui pavimentação em trecho na Serra da Rocinha/RS/SC e inicia terraplenagem em novo segmento

14 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

PORTO ALEGRE E FLORIANÓPOLIS – O movimento de máquinas e caminhões não deixa dúvidas de que as obras de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC estão a todo vapor em Timbé do Sul (SC). Diversas frentes de trabalho do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) atuam ​em serviços de terraplenagem, pavimentação e execução dos viadutos, entre outras etapas.

Foto: Dnit – Divulgação

Na Serra da Rocinha, a pavimentação das duas pistas principais – que totalizam sete (7) metros de largura – foi concluída nos primeiros oito (8) quilômetros. Vale salientar que o pavimento rígido conta com placas de concreto de 22 centímetros de espessura colocadas por cima da sub-base de concreto compactado a rolo (CCR) que, por sua vez, tem 10 centímetros. Neste trecho, há ainda 3,5 quilômetros de acostamento pronto em segmentos dos lados direito e esquerdo da rodovia.

O DNIT deu início, também, às atividades de terraplenagem nos cinco (5) quilômetros finais da serra. Há quatro frentes de obra em ação com cinco escavadeiras e uma escavadeira com rompedor hidráulico, equipamento utilizado nas escavações e desmontes de rochas. A expectativa é que até maio se iniciem também os serviços de contenção de encostas. Outro destaque da serra é a conclusão de três do total de quatro viadutos projetados, sendo que o último deles está na fase de acabamentos. Além disso, estão chegando os materiais para confecção das barreiras de segurança conhecidas como New Jersey.

Foto: Dnit – Divulgação

No Contorno de Timbé do Sul, seguem avançando as obras de drenagem e terraplenagem na extensão de 1,8 quilômetro que resta para conclusão do trecho. Os cinco (5) quilômetros do perímetro urbano já estão asfaltados e contam com calçamento, cercas, paradas de ônibus, entre outras obras complementares executadas.

Com informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – DNIT