Vídeo: Viação Aguia Branca começa demitir funcionários por conta da pandemia da Covid-19

Vídeo: Viação Aguia Branca começa demitir funcionários por conta da pandemia da Covid-19

5 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO, SÃO PAULO, SALVADOR E CARIACICA – A pandemia do novo coronavírus que vem afetando a área de saúde, segue atingindo também a economia e o transporte. Nas últimas semanas, diversas empresas de ônibus, seguem demitindo parte de seu quadro de funcionários, principalmente de motoristas rodoviários.

A Viação Aguia Branca que possui diversas linhas intermunicipais e interestaduais em vários estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e Sergipe, segue dispensando inúmeros funcionários, por não estar operando suas linhas como deveria acontecer em dias comum, por causa das restrições impostas por governadores e prefeitos das diversas cidades em que a empresa opera linha.

Nas principais redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo, surgem alguns vídeos mostrando parte dos funcionários da empresa no processo de demissão, por conta do novo coronavírus, que impede a circulação dos ônibus, na tentativa de evitar a proliferação da pandemia de outras cidades, como podemos ver abaixo.

O número real de profissionais demitidos, assim como em que setores e cidades isso vem ocorrendo desde os últimos dias, ainda não são conhecidos. Acredita-se cerca de 200 funcionários, possa estar desligados do quadro da empresa.

Em nota a Viação Aguia Branca informa que após o fim do período de alta temporada, em que amplia a quantidade de horários de viagens, um grupo de 92 colaboradores temporários, contratados para aquele período específico, foi desligado.

Além desse fato, desde o início da pandemia do Coronavírus (Covid-19), nossas operações foram sendo gradativamente suspensas em todo país chegando a uma redução de 95%. No Espírito Santo, nas linhas intermunicipais, estamos rodando com menos de 10% de nossa operação devido à queda muito significativa do volume de passageiros. Neste cenário, houve a necessidade de um ajuste adicional, o que demandou outros 105 encerramentos de contratos de trabalho.

 A Viação Águia Branca esclarece que não está medindo esforços para preservar os seus postos de trabalho, na expectativa de que, assim que a situação permitir, possa retomar gradativamente suas operações nos nove estados brasileiros.

Com informações da Viação Aguia Branca e Redes Sociais