Cuiabá segue com restrição no comércio e redução na frota de ônibus para conter o novo coronavírus

Cuiabá segue com restrição no comércio e redução na frota de ônibus para conter o novo coronavírus

4 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CUIABÁ – Na tentativa de conter o avanço do novo coronavírus, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), prorrogou o decreto sobre as medidas de prevenção na cidade, e neste sábado, fez o anúncio do prolongamento das restrições do comércio, escolas e parte do transporte de passageiros.

Foto: Luiz Alves/Prefeitura de Cuiabá

De acordo com o prefeito, todo o comércio seguirá fechado até o próximo dia 21 de abril e as aulas seguem suspensas na cidade até o dia 10 de maio, como informa o decreto municipal que será publicado nesta próxima segunda-feira (7).

“Evite usar o transporte coletivo, evite aglomerações. Aparentemente parece que está tudo normal, mas existe um inimigo invisível que já contaminou milhares de pessoas no mundo e que chegou em Mato Grosso”, disse o prefeito.

Transporte

Segundo o governo municipal, os ônibus urbanos que operam as linhas na cidade, seguirão com uma redução em sua frota, e passam rodar com apenas 30% dos coletivos.

O objetivo da circulação dos ônibus, é atender aos servidores da saúde e profissionais dos serviços essenciais. Nesse período ficam suspensos os benefício do passe-livre estudantil, tarifa-social e passe da melhor idade dos idosos. Os ônibus devem operar com 50% da capacidade para evitar a superlotação de passageiros.

Comércio e serviços

Para o setor de comércio e serviços fica determinado o fechamento pelo período de 6 a 21 de abril de quaisquer estabelecimentos comerciais e de serviços no município de Cuiabá, como shopping centers, restaurantes, bares, academias, feiras, igrejas, exposições entre outros.

A Prefeitura de Cuiabá informa ainda que o veto também se aplica aos vendedores ambulantes. Também continua vedada a realização de qualquer tipo de evento que possa resultar em aglomeração de pessoas.

Estabelecimentos como supermercados, padarias, açougues, e lojas de conveniência podem continuar o funcionamento, mas o consumo dentro destes locais está vedado. Os mercados poderão funcionar aos finais de semana e feriados.

Os servidores municipais continuam trabalhando de casa.

Com informações da Prefeitura de Cuiabá e Tv Centro América