SP: Superlotação chama atenção nos ônibus de São Carlos no meio da pandemia da Covid-19

SP: Superlotação chama atenção nos ônibus de São Carlos no meio da pandemia da Covid-19

1 de abril de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO CARLOS – A cidade de São Carlos, no interior do Estado de São Paulo, segue com registro de superlotação nos ônibus nos últimos dias, em meio a pandemia da Covid-19, contrariando a medida do Governo do Estado, Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde – OMS, que pedem para evitar aglomeração, afim de evitar a proliferação do novo coronavírus.

Foto: Reprodução – EPTCV

De acordo com os passageiros, que são os trabalhadores dos serviços essenciais, como saúde, segurança, transporte e outras categorias autorizadas em funcionar, afirmam que após a redução no número de ônibus na cidades, ao longo desse período de isolamento social, houve superlotação nos ônibus.

De acordo com a EPTV, que mostrou através de um telejornal, a empresa Suzantur São Carlos,disse que está realizando uma operação especial durante a quarentena e que segue acompanhando as demandas das linhas e readequando os ônibus, de acordo com a necessidade.

Com a superlotação nos ônibus da empresa Suzantur São Carlos, as chances de contaminação e proliferação do novo coronavírus, é eminente, como informam moradores nas redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo.

Um dos exemplos citados por ela foi a linha 40, do Santa Felícia, às 6h30, quando as pessoas estão indo trabalhar.

“Utilizo o ônibus público e estou indignada. As lojas estão fechadas e as pessoas em quarentena, mas há quem necessite dos ônibus. A frota está reduzida e os ônibus que vêm abarrotado”, contou um passageiro.

Sobre a reclamação da linha 40, que liga o Antenor Garcia até o Santa Felícia, a Suzantur informou que já foi readequada com mais ônibus nos horários de pico desde a última segunda-feira (30).

Pediu ainda que os passageiros que tiverem reclamações liguem no telefone (16) 3363-3115.

Segundo os passageiros, a situação continua a mesma e, inclusive, um dos vídeos foi gravado na terça-feira (31).

Já a Prefeitura de São Carlos, que é responsável pela fiscalização do serviço, disse que só a Suzantur pode responder sobre esse assunto.

Com informações da Prefeitura de São Carlos e EPTV