BA: Empresas de ônibus suspendem 650 funcionários por conta do isolamento social do coronavírus

BA: Empresas de ônibus suspendem 650 funcionários por conta do isolamento social do coronavírus

30 de março de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ITABUNA – Em meio a pandemia do novo coronavírus e devido ao isolamento social, determinado pelo governo do Estado da Bahia, que proíbe inclusive a circulação de ônibus intermunicipais no Sul da Bahia, por causa do registro de dois novos casos da Covid-19, em Itabuna, a assessoria da Associação das Empresas de Transportes Urbanos – Aetu, disse que os ônibus estão sem rodar desde o dia 20 de março, e que as empresas não terão como arcar com os custos.

A Aetu, porém, não informou que empresas estão suspendendo a partir desta segunda-feira (30), o contrato de trabalho dos 650 funcionários, entre motoristas, cobradores, manutenção, administrativo.

Por outro lado, o Sindicato dos Rodoviários da região, informou ainda que seu departamento jurídico, já está preparando uma ação para que possam acionar a Justiça.

Em nota, a Aetu, a suspensão dos contratos dos funcionários de empresas de ônibus que circulam por Itabuna deve seguir enquanto os veículos continuarem parados.

Em Salvador, alguns rodoviários vivem situação semelhante. A suspensão do contrato foi de aposentados que seguiam em atividades e funcionários recém-contratados. A suspensão deve durar quatro meses.

A Prefeitura de Itabuna, ainda não comentou o assunto até o fechamento desta reportagem.