Viação Kaissara e Catedral Turismo seguem demitindo motoristas em meio a crise do coronavírus, aponta canal na internet

Viação Kaissara e Catedral Turismo seguem demitindo motoristas em meio a crise do coronavírus, aponta canal na internet

23 de março de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO E GOIÂNIA – Em meio a crise de saúde do novo coronavírus que atinge todo o mundo, incluindo o Brasil, e com a restrição de locomoção de pessoas para evitar uma proliferação da Covid-19, determinado pela Organização Mundial de Saúde – OMS, e seguidas pelo Governo Federal, diversas empresas de ônibus, começam dispensar parte de seus motoristas, por estarem proibidas de circular nas linhas interestaduais em vários estados brasileiro.

De acordo com o Canal Júlio Costa Pé na Estrada, no Youtube, funcionários da Viação Kaissara e também da Catedral Turismo, já relatam demissão de vários profissionais, como mostra a publicação feita na tarde desta segunda-feira (23), como podemos ver mais abaixo.

A Viação Kaissara segue com poucas linhas em operação, como divulgou a empresa nos últimos dias, e segue dispensando parte de seu quadro de funcionários, podendo recontra-los em um futuro breve.

Em suas principais linhas nos trechos Rio x São Paulo, São Paulo x Rio, Rio x Vitória x Vitória x Rio, assim como Rio x Guarapari, Guarapari x Rio, Rio x Salvador, Salvador x Rio, Além do trecho São Paulo x Curitiba entre outros trechos, a empresa segue, assim como todas as outras, tentando sobreviver sem operação.

Foto: Reprodução de Youtube

Ainda de acordo com o canal, ao menos da Catedral Turismo, cerca 120 funcionários da empresa estariam sendo desligados, dos setores de Goiânia e também de de Feira de Santana, na Bahia, chamando atenção para uma situação do setor jamais vista, em meio a maior crise financeira que a pandemia do novo coronavírus segue atingindo no Brasil e em demais países.

Em nota, a Viação Kaissara / Itapemirim informa que vem trabalhando fortemente em seu Plano de Recuperação Judicial, dando continuidade à linha de Governança Corporativa traçada com total Transparência e Sustentabilidade de suas operações.

Seu foco é o equilíbrio econômico e financeiro para garantir segurança e competitividade no ambiente macroeconômico.

Na atual conjuntura, sobre a pandemia mundial e nacional de Coronavírus∕Covid-19, os negócios de transporte interestadual, onde nosso grupo atua, foi seriamente prejudicado. Dessa forma, várias medidas de ajuste foram tomadas no sentido de seguir as orientações governamentais e colaborar com as autoridades e a sociedade. Realizamos alteração do quadro de funcionários. Essa e outras ações que estamos tomando de acordo com os acontecimentos têm como objetivo preservar a empresa, reduzir os impactos financeiros e preservar a saúde de colaboradores, clientes e da população em geral.

Reiteramos que essas ações vão ao encontro de nosso Plano de Recuperação Judicial aprovado pela assembleia de credores para seguirmos cumprindo à risca o nosso acordo como estamos realizando desde que ele foi firmado.

Continuaremos, como sempre, com muita garra, com muito trabalho, fortes e ativos, levando e trazendo pessoas, vidas e sonhos, de todas e para todas as partes do Brasil, tendo nosso nome sempre respeitado, valorizado e com reputação em alta.


A empresa Catedral Turismo enviou uma nota informando que demitiu parte de seus colaboradores devido aos resultados da crise que o setor de transporte interestadual vem enfrentando. A decisão foi a única alternativa em meio a falta de recursos para a garantia do pagamento de todos os colaboradores. Os funcionários foram dispensados de forma regular, receberam todos os direitos trabalhistas e poderão dar entrada em seus seguros desempregos.

A empresa ressalta a importância do auxílio do governo para que o setor não entre em colapso e cobra medidas para minimizar os impactos econômicos, assim como foi feito em relação às companhias aéreas no setor de aviação civil. A demanda do setor de transporte interestadual caiu 60% com a crise do novo coronavírus. Sem ajuda governamental, sem adiamento do pagamento de taxas e com a suspensão dos embarques, as empresas de transporte rodoviário não sobreviverão.

A Catedral Turismo ainda destaca que essa foi uma medida de emergência e, assim que a situação se normalizar, os funcionários que foram desligados da empresa terão prioridade máxima para preencher novamente os cargos que estarão vagos.

Com informações do Canal Júlio Pé na Estrada

SP: Vídeo mostra motoristas da Viação Cometa em processo de demissão

Um vídeo que vem sendo divulgado nas principais redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo, mostra que diversos motoristas de ônibus da Viação Cometa estão sendo desligados de suas funções, devido a baixa procura de passageiros nas últimas semanas, sendo agravado, após o anúncio da pandemia do novo coronavírus anunciada na última sexta-feira (13), pela Organização Mundial de Saúde – OMS.