RJ: Cidades de Arraial do Cabo e Cabo Frio já estão proibindo ônibus e vans de excursão nas praias

RJ: Cidades de Arraial do Cabo e Cabo Frio já estão proibindo ônibus e vans de excursão nas praias

16 de março de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ARRAIAL DO CABO E CABO FRIO – As prefeitura de Arraial do Cabo e de Cabo Frio, publicaram nesta segunda-feira (16), um decreto que já proíbe, ao menos por tempo indeterminado, a entrada de ônibus e vans de excursão na cidade. A medida tem como objetivo de evitar a propagação do Covid-19.

Arraial do Cabo – Foto: Divulgação

Geralmente nos finais de semana milhares de turistas em grande partes vindos de cidades de Minas Gerais e da Baixada Fluminense, costumam se aglomerar nas praias da Região dos Lagos, principalmente na cidade de Cabo Frio.

“A medida é correta, como ação preventiva, pois o vírus possivelmente vai chegar à região através destes ônibus de excursão com visitantes vindos de outros pontos do país. Outros prefeitos, como o de Cabo Frio, deveriam tomar a mesma iniciativa”, disse a presidente da Associação Comercial de Cabo Frio, Patrícia Cardinot.

No sábado e principalmente no domingo, centenas de ônibus e vans, a maioria sem autorização para transporte de turistas e sem guias credenciados invadiu as praias da Região dos Lagos por falta de fiscalização nas rodovias e nas cidades, onde o trabalho deveria ser feito pela Guarda Municipal.

Foto: Divulgação

Ao contrário dos ônibus que têm como destino hotéis e pousadas, os piratas circulam com excesso de passageiros, que ficam aglomerados nas praias. Na Praia do Peró, em Cabo Frio, por exemplo, as vans e ônibus piratas chegaram cedo, desembarcaram os turistas e só voltaram no fim da tarde para buscá-los.

Nas aglomerações, os excursionistas dividem alimentos e bebidas sem os cuidados com a higiene, pois as praias não dispõem de locais para banho e sequer torneiras para que os banhistas lavem as mãos, como recomendam os médicos para evitar a propagação do vírus.

O secretário municipal de Turismo de Cabo Frio, Paulo Cotias, disse que vai se reunir com os colegas de Arraial do Cabo e de Búzios para criação de um consórcio intermunicipal para administrar o problema. Na Costa Verde, o transporte pirata é combatido numa parceria entre as prefeituras, o Detro, a Polícia Rodoviária Federal e o Batalhão de Polícia Rodoviária da PM.

Com informações do Eu Rio, Prefeitura de Cabo Frio e Prefeitura de Arraial do Cabo