Prefeitura de Cascavel deverá implantar ônibus elétricos na cidade em breve

Prefeitura de Cascavel deverá implantar ônibus elétricos na cidade em breve

11 de março de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

CASCAVEL – A próxima licitação do transporte público da cidade de Cascavel deverá receber novos ônibus elétricos, como mostra o termo de compromisso assinado nesta terça-feira (10), pelo prefeito Leonardo Paranhos, que tem o objetivo de como implantar os novos veículos no serviço de transportes da cidade.

A Prefeitura segue com novos estudos para implantar políticas públicas de mobilidade e transporte.

A ideia é garantir a inclusão na pauta de futuras propostas sobre o transporte público, estudos referentes aos modelos para o serviço de transporte de passageiros urbanos, levando em consideração a diversidade de modelos de modais e energia limpa. Um protótipo elétrico, desenvolvido pela montadora cascavelense Mascarello foi apresentado e estará em teste durante cinco dias nas ruas de Cascavel. Depois, o veículo será apresentado em outros municípios.

“Nós queremos colocar na frota dos próximos veículos o sistema elétrico. Então fizemos uma parceria sem nenhum custo parao Município, pois este já era um projeto da Mascarello, e inicia aqui em Cascavel. Vamos fazer um teste com os motoristas que usam os corredores para fazer as observações, como descobrir onde deverá ter ponto de reabastecimento. Este é o início de um trabalho que nós já decidimos que teremos na próxima licitação do transporte coletivo urbano de Cascavel”, disse o prefeito Paranhos.

O ônibus

O engenheiro Vladimir Silveira, responsável pelo protótipo , diz que esta é uma tecnologia que está disponível em todo o mundo.O ônibus tem carroceria com piso baixo e possui acessibilidade total para pessoas com algum tipo de deficiência. Sem elevadores, ele dá total condição para a pessoa portadora de alguma dificuldade de locomoção acessar o interior do veículo sem ajuda de terceiros. A carroceria tem piso baixo, o que permite um ambiente mais alto, uma melhor circulação de ar, melhor eficiência do ar condicionado, layout mais confortável, corredor de circulação mais largo e conforto sonoro, uma vez que o ônibus com motor elétrico não produz barulho.

As baterias são de íons de lítio, semelhantes a baterias de celular. Elas permitem 200 km de autonomia e possui tecnologia similar a Fórmula-1, que permite a cada frenagem a transformação desta energia em carga para a bateria. O veículo possui um sistema de GPS ligado a um sistema do operador da frota que permite acompanhar em tempo real a localização do veículo, a lotação do carro e tempo de locomoção no trajeto que ele percorrer. “Se pararmos para pensar como meio de transporte urbano com qualidade, este é o veículo ideal para o transporte de passageiros no município”, disse Vladimir.

O engenheiro explicou ainda o custo benefício em relação ao uso de energia.De acordo com ele, a redução é de cerca de 70% do custo por quilômetro rodado. Comparando o uso da eletricidade com veículo a diesel, o elétrico tem um custo operacional mais barato .”

O ônibus que estará em teste em Cascavel possui apenas as baterias com tecnologia chinesa, todo o restante é tecnologia brasileira.

Vladimir Silveira lembrou ainda que o combustível é o segundo item mais caro da planilha de custos das empresas de transporte coletivo urbano, perde apenas para a folha de pagamento.

Com informações da Prefeitura de Cascavel