MG: Montes Claros realiza audiência pública para debater mudanças no transporte coletivo

MG: Montes Claros realiza audiência pública para debater mudanças no transporte coletivo

20 de fevereiro de 2020 Off Por revistadoonibus

MONTES CLAROS – Foi realizada na manhã desta quinta-feira, 20, na Câmara Municipal de Montes Claros, audiência pública para debater sobre a nova concessão do transporte coletivo da cidade. A audiência contou com a participação de representantes do consórcio MocBus, da Prefeitura de Montes Claros, de vereadores e da população em geral.

Durante sua fala, o presidente da Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito de Montes Claros (MCtrans), José Wilson Guimarães, destacou que a cidade passa por um grande processo de modernização no transporte coletivo. Ainda durante a audiência, ele assinou a ordem de serviço para retorno da linha 5901 (Cintra/Vila Oliveira), por determinação do prefeito de Montes Claros, Humberto Souto.

“Estou assinando esta ordem para mostrar que muitas vezes os problemas não são levados até a gente, mas, quando eles são apresentados, nós solucionamos. Estamos realinhando para colocar a cidade em um sistema de mobilidade urbana melhor, como nas principais cidades do país”, destacou José Wilson.

O procurador geral do Município, Otávio Batista Rocha, explicou que diversas audiências públicas foram realizadas para ouvir sugestões que ajudassem na elaboração do contrato de concessão do transporte. “Foram realizadas mais de 10 audiências e diversas sugestões foram aproveitadas. Eu tenho certeza que o transporte coletivo da cidade vai se modernizar, este é o caminho. Estamos em uma fase de transição. Hoje, cerca de 50% do transporte já é operado sem dinheiro [através do SIMCARD]. A estimativa é de que até o fim do ano chegue a 80%. Na próxima semana, chegam 19 novos ônibus, e serão 50 novos até o meio do ano. É preciso ter paciência, pois o momento é de readequação. Mas não há dúvidas que em breve teremos um transporte inteligente e que será referência em mobilidade para o país”, disse.

Com informações da Prefeitura de Montes Claros