Vídeo: Problemas na operação do BRT Rio gera tumulto e manifestação no Terminal Alvorada nesta terça-feira

Vídeo: Problemas na operação do BRT Rio gera tumulto e manifestação no Terminal Alvorada nesta terça-feira

18 de fevereiro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – Mais uma vez o cidadão que paga imposto, sofre para se deslocar nos corredores do BRT Rio, em dia de calor na cidade. Em meio ao caos no transporte urbano, confusão e falta de informação aos clientes, só gerou transtorno para quem precisou utilizar o serviço nesta terça-feira (9). Nas redes sociais, os moradores mostraram a triste realidade de um serviço de péssima qualidade na Cidade Maravilhosa.

Com problemas de manutenção em diversos coletivos articulados que operam nos corredores Trans Oeste, Trans Cariocas e Trans Olímpico, seja por falta de manutenção ou por atos de vandalismo, passageiros que precisaram utilizar os serviços do consórcio na manhã e também no período da tarde, precisaram ter paciência. Abaixo, relatos de quem estava na rua.

1h tentando entrar no Parador 50 sentido Morro do Outeiro no @BRTRio

a @Prefeitura_Rio

não fiscaliza os intervalos dos ônibus e quem paga a conta 2x é o trabalhador Carioca. Daqui a pouco a passagem aumenta de novo.

Procurado, o Consórcio BRT Rio informou que as pistas estão muito deterioradas o que vem causando intervalos irregulares, além de quebra dos veículos. Estamos com equipe de operações empenhada para diminuir esse impacto causado pelo péssimo estado de conservação das pistas mas é preciso ressaltar que, nas atuais condições, os motoristas precisam diminuir a velocidade ou sair da pista exclusiva para desviar destes desníveis e buracos de grande dimensões. Reforçamos a importância da manutenção das pistas para que possamos operar com segurança e qualidade e contamos com o trabalho da Prefeitura do Rio para que este problema seja solucionado.

Nesses casos, o BRT perde uma de suas principais características que é a rapidez e a previsibilidade por causa da calha exclusiva. Quando ele vai para o tráfego comum, junto com carros de passeio, fica a mercê do congestionamento do horário de rush.


Ao que tudo indica, o trabalho de fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes – SMTR, da gestão Marcelo Crivella, parece não entender a triste situação do transporte de massa da cidade, ou não usa o serviço, ou anda fazendo vista grossa, em meio ao ano eleitoral.

Fica a dica para que o Prefeito, o Secretário Municipal de Transportes e a direção do Consórcio, assim como os donos dos ônibus, fazerem uma viagem pela manhã, para ver o que passa os passageiros, a bordo de um sistema ruim, de péssima qualidade e bastante desconfortável.

Confira mais notícias sobre os problemas do BRT RIO