RJ: Manifestação no Comperj impede a entrada e saídas de ônibus

RJ: Manifestação no Comperj impede a entrada e saídas de ônibus

21 de janeiro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ITABORAÍ – A manhã desta terça-feira (21) foi complicada, quando moradores da cidade de Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, realizaram uma manifestação fechando a portaria das obras do Comperj, impedindo com isso, a entrada ou saída de ônibus fretados da Auto Viação 1001, que transportam funcionários.

Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Os ônibus rodoviários fretados, precisaram fazer o retorno pela rodovia e ficaram estacionados no posto de combustível Ipiranga, até que a manifestação liberasse a entrada dos coletivos.

Ao menos um vidro de um ônibus da empresa CPL teve uma janela quebrada, como informam moradores em grupos de mensagens por aplicativo. Os funcionários foram liberados do expediente hoje e retornaram para casa até que a situação se resolvida.

Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Depois que a Petrobras decidiu interromper as obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – Comperj, devido a falta de interesse de uma empresa china em investir na região, o presidente da Petrobras, Castello Branco, disse em nota que Itaboraí não ficará na mão. Há estudos para que no lugar da refinaria, uma termoelétrica seja construída para utilizar o gás do pré-sal, além de uma fábrica de lubrificantes de alta qualidade que também aproveitará produtos intermediários da Reduc.

Atualmente, a Petrobras segue com a obra na construção da Unidade de Processamento de Gás Natural – UPGN, que passará receber o gás canalizado oriundo do pré-sal.

Com informações do Clic Petróleo e Gás