Peru: Sobe para 16 o número de mortos no acidente com ônibus da Cruz del Sur. Há 2 brasileiros mortos

Peru: Sobe para 16 o número de mortos no acidente com ônibus da Cruz del Sur. Há 2 brasileiros mortos

6 de janeiro de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

AREQUIPA – Subiu para 16 o número de passageiros mortos no acidente envolvendo o ônibus Paradiso New G7 1800 DD da empresa Cruz del Sur, que acabou colidindo com outros veículos na região Sul do Peru, na madrugada desta segunda-feira (6), como informou o coronel Erlyn Silva, da Polícia rodoviária de Arequipa.

Foto: Reprodução de Rede Social

Ao menos duas das vítimas fatais eram brasileiras. As identidades dos envolvidos no acidente não foram reveladas.

O acidente aconteceu de madrugada, quando o ônibus saiu da sua pista e se chocou de frente com oito veículos que estavam estacionados na região de Arequipa.

Há ao menos 40 feridos, que foram levados às cidades de Nazca e Arequipa (essa última era o destino final; o ônibus tinha saído de Lima).

Os acidentes em estradas peruanas são frequentes por causa das chuvas, do estado ruim de conservação de estradas, da falta de sinalização e do pouco controle de autoridades.

Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Em 2019, morreram 1.123 pessoas em acidentes de trânsito no país, de acordo com o Ministério do Interior.

De acordo com a polícia, o ônibus teria saído de Lima às 14h do domingo e deveria chegar às 6h desta segunda-feira (6), na cidade de Arequipa. A empresa Cruz del Sur, acabou enviando um novo ônibus para o local do acidente e segue dando assistência aos seus clientes.

A Superintendência de Transporte Terrestre de Pessoas, Cargas e Mercadorias (Sutran) informou que está à disposição para dar apoio aos familiares das vítimas. Um inquérito policial foi aberto para investigar as causas do acidente

Os feridos foram encaminhados para os hospitais Nazca e Ica. De acordo com o América Notícias, amigos e familiares seguem na sede na empresa de ônibus Cruz del Sur, na Avenida Javier Prado, em busca de informações sobre o acidente.

O coronel Erlyn Silva, chefe da Direção Nacional de Proteção de Rodovias da Polícia, informou que 12 pessoas morreram no local do acidente, enquanto outras duas morreram no hospital Nazca.

Foto: Reprodução de TV

Ônibus estaria acima da velocidade

De acordo com Jorge Beltrán, gerente geral da Superintendência de Transporte Terrestre de Pessoas, Cargas e Mercadorias – Sutran, indicou em comunicação com o Canal N que, segundo o relatório preliminar, o referido veículo excedia o limite de velocidade permitido. Foi a 106 km / h quando o permitido é 90 km / h, conforme indicado no relatório de inspeção eletrônica.

“Este veículo já estará sujeito a um procedimento de sanção, se aplicável. Esse é um fato que podemos denunciar. Também existem infrações que não podemos avançar porque é uma questão de investigação”, disse Beltrán.

A empresa Cruz del Sur, ainda não comentou sobre a fala de Beltrán.

Os acidentes nas estradas peruanas são frequentes devido às chuvas, ao mau estado das estradas, à falta de sinalização e ao pouco controle das autoridades. Em 2019, 1.123 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Peru, de acordo com um relatório do Ministério do Interior.

Com informações de Agências internacionais