Manuas terá reforço nas linhas de ônibus para a festa de réveillon

Manuas terá reforço nas linhas de ônibus para a festa de réveillon

31 de dezembro de 2019 Off Por revistadoonibus

MANAUS – O Complexo Turístico da Ponta Negra, localizado na Zona Oeste de Manaus, terá reforço nas linhas de ônibus, devido a grande demanda de passageiros por conta do réveillon. De acordo com a Prefeitura de Manaus, 121 ônibus irão atender a região, com reforço de mais 20 coletivos, sendo 19 veículos articulados atendendo os usuários do transporte.

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) informou que as empresas que irão operar na área do Complexo Turístico devem manter sete linhas na área da Ponta Negra até o término do evento, quando inicia a operação normal das linhas.

Para chegar a Ponta Negra, os usuários terão as opções das linhas: 120 – P. NEGRA / SÃO JORGE / T1 CENTRO; 126 – SIPAM / AV. BRASIL / CENTRO / T1; 450 – T3 / REDENÇÃO / PONTA NEGRA; 641 – T4-T3 / AEROPORTO / PONTA NEGRA / VIA AV. DO TURISMO; 542 – OURO VERDE / AV. BRASIL / T2 / PONTA NEGRA; e 678 – PONTA NEGRA / V-8 / T4-T5 / VIA AV. DO TURISMO.

Além das linhas que já atendem o local, será disponibilizada ao público a linha 500 (PASSARINHO/N.ISRAEL/VIA AV. DO TURISMO) com 10 veículos articulados.

O diretor de transporte do IMMU, Claudemir Andrade, destacou o efetivo de fiscais que estarão atuando na operação do réveillon. “Todos os serviços contam com um efetivo de 50 fiscais de transporte. Nosso efetivo em si começa a partir das 17h e segue até às 5h da manhã do dia 1º”, explicou.

Já na zona Sul, oito linhas estarão atendendo o público que for prestigiar o réveillon no Educandos. As linhas 004, 010, 625, 704, 705, 706, 707 e 711 que trafegam próximo ao local operem com frota do dia útil.

Para a festa de réveillon da zona Leste, todas as linhas que passam próximo ao local vão operar também com frota de sábado, para o atendimento do público que irá se deslocar para o evento, a partir das 19h do dia 31 de dezembro até 5h do dia 1º de janeiro.

Com informações da Prefeitura de Manaus e Rede Amazônica