PE: Auto Viação Progresso segue alvo de reclamação após ônibus ser retido na PRF

PE: Auto Viação Progresso segue alvo de reclamação após ônibus ser retido na PRF

27 de dezembro de 2019 Off Por revistadoonibus

SERRA TALHADA – Moradores de Serra Talhada que seguiam viagem a bordo de um ônibus da Auto Viação Progresso, modelo Paradiso G7 1200 equipado com chassi Scania 6×2, que fazia a linha Salgueiro x Recife, viveram momentos de abandono seguido de má prestação de serviço após o veículo ficar retido na base da Polícia Rodoviária Federal na BR-232, na última terça-feira (24) por pendência na documentação do ônibus, como informa o Farol de Notícias.

De acordo com os moradores e clientes da Auto Viação Progresso, através de grupos de mensagens por aplicativo, informam que o ônibus da empresa saiu da rodoviária de Serra Talhado por volta de 7h40, só foram atendidos pela empresa por volta de 12h40, quando um ônibus vindo de Araripina, passou pela base de PRF, e pode atender os clientes que seguiam para o Recife.

Ficamos horas na beira da pista, com sede, com fome, e ligando para a empresa e ouvindo deles que não era possível enviar outro ônibus para nos tirar dessa situação. Um absurdo”, disse um passageiro e cliente da empresa.

Nos grupos de mensagens por aplicativo, mostra o descaso da empresa em não conseguir atender os passageiros após o ônibus ter ficado retido no posto da Polícia Rodoviária Federal, como podemos ver abaixo.

A lista de reclamações de clientes e passageiros da Progresso parece não ter fim. No canal do Farol de Notícias, é possível notar a indignação dos passageiros.

“O descaso dessa empresa com os clientes não é novidade. Em várias cidades da região acontecem coisas do tipo: ônibus com cheio desagradável, atrasos, atendimento ruim por parte dos funcionários nos guichês … Porém também é fato que nada vai mudar a curto prazo. Enquanto houver o monopólio dessa empresa situações como essas irão se repetir”, disse um morador.

“Livre mercado urgente! Monopólio só dá em merda!”, afirma outro morador.

“Os usuários de ônibus intermunicipais deveriam reunir-se e exigir dos responsáveis a colocação de outras opções em termos de empresas na região com o objetivo de quebrar o monopólio . Nesse país funciona dessa forma ou seja , ganha espaço cada vez maior a ponto de exercer o monopólio e logo em seguida passa a fazer o que pretendia desde o início, oferecer serviços de péssima qualidade“. Argumenta outro morador da região.

A Auto Viação Progresso, ainda não se manifestou sobre o assunto.