ANTT assina contrato de concessão da BR-364 e BR-365 entre Minas Gerais e Goiás

ANTT assina contrato de concessão da BR-364 e BR-365 entre Minas Gerais e Goiás

20 de dezembro de 2019 Off Por revistadoonibus

UBERLÂNDIA E JATAÍ – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e a nova concessionária Ecovias do Cerrado assinaram nesta quinta-feira (19/12), às 12h30, no Ministério da Infraestrutura, o contrato de concessão da BR-364/365/MG/GO, trecho entre o entroncamento com a BR-060 (Jataí-GO) e o entroncamento com a LMG-749 (Contorno Oeste de Uberlândia-MG). O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e o diretor-geral da ANTT, Mario Rodrigues Junior, participaram da solenidade.

Foto: Divulgação – ANTT

HISTÓRICO – Em 27/9/2019, a EcoRodovias Concessões e Serviços S.A. venceu o certame com uma tarifa básica de pedágio de R$ 4,69364, o que representou um deságio de 33,14%. Confira o cronograma completo da licitação aqui

CONCESSÃO – O trecho de 437 quilômetros a ser concedido compreende 11 municípios de Goiás (Aparecida do Rio Doce, Cachoeira Alta, Jataí, Paranaiguara e São Simão) e 6 de Minas Gerais (Santa Vitória, Gurinhatã, Ituiutuba, Canópolis, Monte Alegre de Minas e Uberlândia).

Foto: Divulgação – ANTT

OBRAS – As principais obras previstas no Programa de Exploração da Rodovia (PER) são 44,2 km de duplicação, implantação de 134,3 km de faixas adicionais e a implantação de melhorias como vias marginais (19,4 km), acostamentos (87,8 km), entre outras, por todo o trecho concedido, de forma a atender as condições de segurança e trafegabilidade para o usuário. Também estão contempladas no PER a complementação das obras do Trevão (entroncamento da Rodovia BR-365/MG com a Rodovia BR-153/MG) e a trombeta de Xapetuba, que deverão ser entregues respectivamente no 2º e no 1º ano da concessão.

Além dessas obras obrigatórias, a ANTT poderá solicitar a execução eventual de novidades, ao longo da contrato, caso necessário, na forma de um estoque de melhorias.

ATENDIMENTO AO USUÁRIO – O trecho concedido contará com 9 bases operacionais, sendo 3 com atendimento ao usuário. O Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) prevê 9 ambulâncias, 6 guinchos, 2 caminhões-pipa e 2 caminhões para apreensão de animais. 

Com informações da Agência Nacional de Transportes Terrestres