Índia: 15 ônibus são incendiados durante protesto que dura 4 dias

Índia: 15 ônibus são incendiados durante protesto que dura 4 dias

14 de dezembro de 2019 Off Por revistadoonibus

NOVA DÉLHI – O transporte público do leste da Índia segue paralisado, após uma intensa manifestação que ocorre pelo menos nos últimos quatro dias. Ao menos 15 ônibus foram incendiados e até o momento seis estações ferroviárias seguem vandalizadas, desde as primeiras horas deste sábado (14).

O governo do primeiro-ministro Narendra Modi diz que a nova lei salvará minorias religiosas como hindus e cristãos das perseguições nos vizinhos Bangladesh, Paquistão e Afeganistão, oferecendo-lhes um caminho para a cidadania indiana.

Mas os críticos dizem que a lei não dá o mesmo tratamento para muçulmanos e enfraquece as fundações seculares da Índia.

A promulgação da lei provocou protestos em toda a Índia, mas a parte oriental do país, onde os movimentos contra imigrantes de Bangladesh se agitam há décadas, está entre os mais atingidos.

Neste sábado, manifestantes queimaram pelo menos 15 ônibus em uma via expressa no estado de Bengala Ocidental, a cerca de 20 km da capital do estado, Calcutá, mantendo o tráfego por várias horas, disseram dois policiais.

Pelo menos meia dúzia de estações ferroviárias no estado foram vandalizadas e incendiadas, levando ao cancelamento de muitos trens de longa distância, disse à Reuters Sanjoy Ghosh, diretor de relações públicas da South Eastern Railway, acrescentando que é difícil dizer quando é normal os serviços seriam retomados.

Com informações de Agências Internacionais