França segue pelo 5º dia com paralisação no transporte

França segue pelo 5º dia com paralisação no transporte

9 de dezembro de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

PARIS – A briga entre os trabalhadores franceses e o governo de Emmanuel Macron, parece está longe do fim. Funcionários de duas linhas do Metrô de Paris, seguem até o fim de semana com uma paralisação nas atividades. Esta segunda-feira (9), é o quinto dia em que os trabalhadores do transporte seguem parados contra os planos da previdência do governo francês.

A paralisação do setor público atinge o transporte de forma intensa. Em Paris, trem, metrô e ônibus seguem enfrentando transtornos, e com isso, congestionamentos sem fim, já que com a paralisação do transporte, os usuários, passaram usar mais os carros.

Depois de meses de consultas, o czar francês da Previdência, Jean-Paul Delevoye, deve se reunir com líderes sindicais nesta segunda-feira antes de apresentar suas propostas de reforma ao primeiro-ministro, Édouard Philippe.

“Vamos ver se ele não só ouviu, mas escutou”, disse Philippe Martinez, líder da central sindical CGT, a maior do setor público da França, à rádio France Info. “Eles têm que descartar a reforma.”

Isso parece improvável. Philippe disse ao semanário Journal du Dimanche que está determinado a conseguir a reformulação de um dos sistemas de aposentadorias mais generosos das nações industrializadas desenvolvidas.

Os sindicatos conclamaram protestos em massa na terça-feira, e o governo acompanhará atentamente para ver se participarão mais do que os 800 mil que marcharam em cidades de todo o país na quinta-feira.

Macron quer substituir o complicado sistema de aposentadorias, que comporta mais de 40 planos diferentes, por um modelo único no qual todo aposentado tem direitos iguais para cada euro com que contribuiu.

Com informações da Agência Internacionais