Rodoviários da Viação São Luiz realizam paralisação por não receber salário

Rodoviários da Viação São Luiz realizam paralisação por não receber salário

2 de dezembro de 2019 0 Por revistadoonibus

CAMPO GRANDE E TRÊS LAGOAS – Está cada vez mais difícil a situação da Viação São Luiz, uma das empresas que teve uma história de bom atendimento no passado e que nos últimos meses, vem enfrentando uma crise financeira sem procedente, podendo inclusive a decretar falência, se nada for feito. Ao menos 200 funcionários da empresa no Mato Grosso do Sul, entre motoristas, equipe de manutenção, cargas e limpeza, estão com atraso no pagamento dos salários.

Com tamanho atraso no pagamento de salários e benefícios, os funcionários da garagem da Viação São Luiz em Campo Grande, resolveram paralisar as atividade na capital mato-grossense. Segundo os funcionários que preferem não se identificar, a empresa ficou de sanar o pagamento no último sábado (30), o que não ocorreu.

Ainda de acordo com os funcionários da empresa, os salários dos funcionários da garagem de Campo Grande, já estão atrasados há 4 meses, e pelo menos há 11 meses, o vale-alimentação não vem sendo pago pela direção da empresa.

Na cidade de Três Lagoas, onde fica localizada a sede da São Luiz, que opera diversas linhas no estado, a situação dos funcionários segue ainda bem mais grave. Os funcionários informaram que estão sem receber há oito meses e com 29 vale-alimentação atrasados.

De acordo com o presidente do sindicato dos rodoviários de Campo Grande, Samir José da Silva, informou que vem há dias realizando assembléia na garagem da Viação São Luiz que fica na Avenida Gunter Hans, no Bairro São Jorge da Lagoa.

Ainda de acordo com Samir, a empresa já está negociando junto ao banco o valor que precisa para quitar o que deve aos funcionários, mas por ser um valor alto, em torno de R$ 6,5 milhões, ainda não foi liberado, explicou.

No Terminal Rodoviário Antônio Mendes Canale, os balcões estavam vazios nesta manhã, com apenas atendentes sem autorização para conversar com a imprensa. A venda de passagens segue suspensa até que a paralisação termine.

A São Luiz, opera linhas para 27 localidades, de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal.

A Viação São Luiz foi procurada, porém nenhum responsável foi localizado para comentar o assunto.