Falta manutenção no ar condicionado dos ônibus do BRT Rio, reclamam passageiros

Falta manutenção no ar condicionado dos ônibus do BRT Rio, reclamam passageiros

25 de novembro de 2019 0 Por revistadoonibus

RIO – O verão nem chegou e os problemas com ar condicionado nos ônibus do BRT RIO, já se tornam um transtorno para passageiros e também para as empresas que pertencem ao Consórcio BRT Rio. Quem viaja nos corredores TransOeste, Transcarioca e Transolímpico, nota que a manutenção do ar condicionado dos ônibus articulados e demais modelos, são item que parece não ser prioridade pelo empresariado.

Com saída do ar condicionado sujas, que podem provocar sérias doenças respiratórias, os passageiros que utilizam o sistema, seguem reclamando e mostrando o dia-a-dia do transporte, que os empresários não utilizam.

Nas redes sociais, o que não falta é relato sobre o assunto, como podemos ver abaixo.

Mais reclamação

Além dos problemas de limpeza e manutenção no ar condicionado dos ônibus do BRT RIO, a falta de manutenção em itens de segurança dentro dos coletivos, também são alvo de reclamações.

Nesta manhã de segunda-feira (25), um passageiro flagrou um ônibus do sistema com os prendedores do balaustro soltos, podendo causar sérios problemas durante a viagem. O Consórcio BRT Rio e a Prefeitura do Rio, foram notificados através da rede social sobre o problema, como podemos ver abaixo.


Ônibus quase pega fogo

Outra situação com mais um ônibus do BRT Rio, chamou atenção de passageiros que precisaram descer as pressas do coletivo, que quase pegou fogo, como informa mais um passageiro na rede social.

O ônibus articulado que passava em frente à Vila Olímpica Manoel José Gomes Tunino, no Mato Alto, precisou desembarcar os passageiro as presas, devido há muita fumaça, por volta de 9h desta segunda-feira.

De acordo com os passageiros, um vazamento de óleo, pode ter causado o problema. A fumaça e o cheio de queimado invadiu a composição. Apesar do susto, ninguém se feriu.

O Consórcio BRT Rio informou através de nota que os ônibus articulados mencionados na reportagem serão encaminhados para as garagens das empresas responsáveis a fim de que seja feita a manutenção.

A Prefeitura do Rio até o meio-dia desta segunda-feira também não havia se manifestado sobre as ocorrências.

Confira outras matérias sobre o BRT Rio