Rio: Ônibus do Flamengo são escoltados no Centro após fim da festa e início de tumulto na Av Presidente Vargas

Rio: Ônibus do Flamengo são escoltados no Centro após fim da festa e início de tumulto na Av Presidente Vargas

24 de novembro de 2019 Off Por revistadoonibus

RIO – Depois de quatro horas de festa aberta com o time do Flamengo percorrendo A Avenida Presidente Vargas entre a Igreja da candelária e a região da Central do Brasil, o fim da comemoração do título sulamericano, acabou em confusão.

Foto: Reprodução de TV

Bombas de gás para dispersar a multidão foram atiradas após o trio elétrico que levava o time do Flamengo deixar a Avenida Presidente Vargas, na altura do monumento a Zumbi dos Palmares. De acordo com a Rádio Tupi, um grupo de torcedores, tentava furar o bloqueio de segurança.

Os ônibus que aguardavam os jogadores nas imediações, precisaram ser escoltados. Equipes da Guarda Municipal e da Polícia Militar seguem com forte atenção na região. O Batalhão de Choque também segue na região.

De acordo com o repórter da Super Rádio Tupi, Lucas Araújo, torcedores utilizam pedras portuguesas e madeira para atacar a Polícia Militar. O clima, na região, é de guerra.

Torcedores atiraram pedras, garrafas e até grades e cones que estavam para “organizar” a comemoração. Eles também depredaram alguns pontos de ônibus e carros de polícia que passavam pelo local. Os policias, em resposta, partiram para o confronto com balas de borracha e bombas de efeito moral.

Houve ainda casos de veículos do grupo Globo que foram depredados e tiveram seus vidros quebrados.

Com informações da Rádio Tupi FM