MG: Rodoviária de Araxá precisa de reformas urgente, dizem moradores

MG: Rodoviária de Araxá precisa de reformas urgente, dizem moradores

21 de novembro de 2019 Off Por revistadoonibus

ARAXÁ – Em péssimo estado de conservação, e com falta de segurança, a Rodoviária de Araxá, no Triângulo Mineiro, segue sendo alvo de reclamações de moradores. O pátio onde há estacionamento, segue com mato alto, e buracos em uma das calçadas que da acesso ao terminal.

Foto: Reprodução – Tv Integração

Quem chega para embarcar ou até mesmo desembarcar no Terminal Rodoviário da cidade, nota logo que a sujeira domina o local dos ônibus e onde param os táxis. Os moradores reclamam do descaso na rodoviária, já que a cidade de Araxá é conhecida pelo turismo.

Os problemas não se limitam apenas na parte de fora do termina. Quando se entra na parte interna da rodoviária, é possível encontrar alguns guichês com as paredes mofadas e parte das estruturas bastante desgastadas.

Foto: Reprodução – Tv Integração

A Rodoviária vem sendo abrigo para população de rua, que vivem nos arredores do terminal, chamando atenção de que chega ou sai da cidade pelo terminal.

“De modo em geral, a embriaguez e uso de droga faz com que eles se agridam ou que cometam furtos. A Polícia Militar e a Prefeitura tem tomado algumas providências no sentido de coibir furtos, agressões e lesões“, comentou o sargento Edilson Carlos de Almeida.

Almeida ainda ressaltou que o órgão de segurança tem abordado os moradores em situação de rua para verificar se portam arma ou algo do tipo.

Prefeitura resposta aos problemas

A Secretaria Municipal de Obras Públicas e Mobilidade Urbana informou que o Executivo já elaborou um projeto de revitalização do espaço, que está sendo analisado pela Caixa Econômica Federal. A pasta disse ainda que o recurso financeiro já está garantindo junto ao Ministério do Turismo. Quando o projeto for aprovado pela instituição financeira, o processo licitatório será iniciado.

Já a Secretaria de Ação e Promoção Social comunicou que a cidade recebe, diariamente, moradores em situação de rua vindos de outras cidades que chegam por meio do Terminal Rodoviário. No local funciona o Serviço de Atendimento ao Migrante, que encaminharia essas pessoas para outras cidades.

Contudo, conforme o Executivo, parte delas se recusam a embarcar. Elas são atendidas pela equipe de abordagem social e levadas para o albergue, podendo tomar banho e dormir por três dias até decidirem para onde vão. O serviço gratuito também conta com alimentação.

De acordo com a pasta, alguns preferem permanecer nas ruas porque recebem doações em dinheiro e alimentação. Nesse tipo de situação, se a pessoa for de Araxá, a família é procurada e um trabalho de conscientização é feito para que essa pessoa volte para a casa.

Com informações da Prefeitura de Araxá e TV Integração