MG: PRF apreende sete ônibus piratas durante operação no Triângulo Mineiro

MG: PRF apreende sete ônibus piratas durante operação no Triângulo Mineiro

21 de novembro de 2019 Off Por revistadoonibus

UBERLÂNDIA – Uma operação de fiscalização da Agência Nacional de Transportes Terrestres e da Polícia Rodoviária Federal – PRF, afim de combater o transporte irregular de passageiros, realizada nesta quarta-feira (20), apreendeu sete veículos piratas na BR-050.

Foto: Polícia Rodoviária Federal – Divulgação

De acordo com a ANTT e a PRF, em poucas horas, vinte ônibus foram fiscalizados no entorno da cidade de Uberlândia. Alguns desses veículos, seguiam em situação precária, sem itens de segurança e motoristas sem autorização para o tipo de traslado. As empresas foram autuadas.

Conforme a PRF, os veículos seguiam de Brasília (DF) para São Paulo (SP). Os passageiros disseram aos policiais que iriam fazer compras na capital paulista. No total, pelo menos 200 pessoas estavam nos veículos apreendidos.

Segundo o inspetor da PRF, Matheus Rodrigues, um ônibus devidamente fiscalizado e liberado pela ANTT está sempre todo regular. Do contrário, quando rodam sem fiscalização, eles acabam por cometer as infrações.

“Os ônibus que não têm essa autorização vão se despreocupando aos poucos e, quando são abordados, estão em péssimo estado de conservação, o que compromete a segurança de quem está lá dentro”.

Foto: Polícia Rodoviária Federal – Divulgação

Conforme protocolo, as empresas precisaram dar destinação correta para os passageiros, a que eles escolhessem, para voltar para Brasília ou seguirem para São Paulo, a partir da rodoviária da cidade.

Irregularidades

Conforme fiscalização da ANTT, os ônibus não tinham autorização para fazer a viagem e a PRF constatou, ainda, problemas com vidros trincados, extintores sem condições de uso, cintos de seguranças danificados e motorista sem curso para transporte de passageiros.

Todos os ônibus que foram apreendidos, foram destinados para o pátio dos órgãos responsáveis em Uberlândia.

Com informações da ANTT, Polícia Rodoviária Federal e Tv Globo