Abrigos de ônibus em Boa Vista são abastecidos com energia solar

Abrigos de ônibus em Boa Vista são abastecidos com energia solar

19 de novembro de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

BOA VISTA – Boa Vista é a capital do sol. E para aproveitar toda essa energia que vem da própria natureza, a Prefeitura de Boa Vista trabalha com foco em diversas ações e projetos inovadores. Dentre eles, a utilização de energia solar, limpa e renovável nos abrigos de ônibus simples, que são abastecidos pela Usina Fotovoltaica construída no estacionamento da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente.

A iniciativa tem o foco principal de minimizar os impactos ambientais e promover o uso consciente dos recursos públicos, gerando uma economia de cerca de R$ 6 mil mensais com a capacidade de produção de 60kW. Vários abrigos da cidade estão sendo interligados à rede elétrica e a usina, instalada na secretaria, produz energia suficiente para suprir as necessidades e gerar quantitativos excedentes que são devolvidos à rede elétrica.

Como funciona: 

A usina fotovoltaica do estacionamento de Secretaria é abastecida diariamente pelo sol, insere o que é produzido de energia na rede elétrica e, no final do mês, quando a conta chega, o valor produzido pela usina é abatido sobre o que foi gasto com energia elétrica.

Furtos e vandalismos obrigaram prefeitura a retirar painéis dos abrigos

Inicialmente, as ações consistiam na instalação de placas e baterias recarregáveis nos próprios abrigos. Contudo, dos 380 primeiros abrigos que receberam os kits de equipamentos, 270 foram furtados, sendo levadas 12 placas solares, 11 módulos de caixa completa, 538 baterias e 29 controladores. O prejuízo foi de aproximadamente R$ 800 mil. A prefeitura recorreu à justiça e registrou três boletins de ocorrências, alguns equipamentos até foram recuperados.

A saída encontrada pela prefeitura foi recolher os equipamentos restantes dos abrigos simples e concentrá-los em uma usina em um único local, que ficaria responsável por gerar energia suficiente para abater nas contas o que é gasto para iluminá-los. Hoje, 160 abrigos simples já estão funcionando por meio da energia gerada pela usina de painel solar e através da concessionária. O restante está sendo adaptado gradativamente.

Foto: Divulgação – Prefeitura de Boa Vista

“Começamos a receber reclamações de falta de iluminação em alguns pontos e comprovamos que os materiais estavam sendo furtados, infelizmente em vez de continuar a colocar os equipamentos começamos a recolher para não perder tudo e trabalhar uma nova estratégia; aproveitar os equipamentos para utilizar na usina e abastecer todos os abrigos, tanto com iluminação como com a climatização”, explica o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Daniel Peixoto.

“Esse trabalho de interligação está sendo feito diariamente pelos nossos técnicos que estão interligando esses abrigos a postes e viabilizando a iluminação, que hoje é gerada pela concessionária de energia”, explica o engenheiro eletricista da Superintendência de Iluminação Pública e Manutenção, Paulo Roberto dos Santos.

Com informações da Prefeitura de Boa Vista