Brasília: Polícia prende duas pessoas em frente à Embaixada da Venezuela

Brasília: Polícia prende duas pessoas em frente à Embaixada da Venezuela

13 de novembro de 2019 Off Por revistadoonibus

BRASÍLIA – A manhã desta quarta-feira (13), foi tensa e bastante complicada, depois que apoiadores do presidente autoproclamado da Venezuela, Juan Guaidó, invadiram a Embaixada da Venezuela em Brasília. Atualmente, a sede da diplomacia venezuelana de Brasília é administrada por funcionários do presidente Nicolás Maduro. Toda embaixada é considerada território autônomo dentre de um país e seguem regras próprias.

O atual responsável pela embaixada, Freddy Meregote, afirmou que a embaixada foi invadida, porém, o grupo de apoiadores de Guaidó informam que as portas foram abertas pelos funcionários da embaixada.

Para evitar problemas no entorno, a Polícia Militar foi acionada para reforçar a segurança do local. A corporação informou que, por volta das 5h, pelo menos 14 pessoas haviam ultrapassado os portões. Do lado de fora, cerca de 30 manifestantes demonstravam apoio ao atual corpo diplomático – nomeado por Maduro.

Foto: Reprodução de internet

Por volta de meio-dia, a Polícia Militar acabou detendo dois homens que participaram de uma confusão em frente à embaixada da Venezuela em Brasília.

Um deles, simpatizante de Nicolás Maduro, agrediu uma manifestante pró-Juan Guaidó que o filmava. Outro manifestante pró-Guaidó entrou no ônibus da polícia e foi detido.

Com informações da Tv Globo e Polícia Militar