Campina Grande: Fraude em cartão de ônibus ultrapassa 2,6 mil casos

Campina Grande: Fraude em cartão de ônibus ultrapassa 2,6 mil casos

25 de outubro de 2019 Off Por revistadoonibus

CAMPINA GRANDE – A Polícia Civil investiga a fraude em pouco mais de 2,6 mil cartões da bilhetagem eletrônica em Campina Grande, no interior da Paraíba. Esses cartões com suspeita de fraudes, acabaram sendo bloqueados pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros – Sitrans, entre os meses de julho a outubro deste ano.

De acordo com o sindicato, apenas no mês de julho, 1.410 estudantes, 130 idosos e 25 portadores de necessidades especiais, foram identificados burlando o sistema com fraude.

A fraude acontece quando o titular empresta ou vende o cartão. No ponto do ônibus, o fraudador é conhecido como ‘janelinha’, que cede o cartão ao passageiro. Depois de usá-lo para passar pela catraca, o usuário entrega o cartão de volta ao titular pela janela do ônibus.

Constatada a irregularidade, identificada por meio do sistema de biometria facial, o cartão, que é pessoal e intransferível, é bloqueado.

Polícia civil investiga fraude

A Polícia Civil já está investigando os casos, que são considerados crimes. O delegado Pedro Ivo disse que algumas informações são coletadas por câmeras de monitoramento dos próprios ônibus, que flagram pessoas terceirizando o acesso.

Com informações do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros – Sitrans