RJ: Lélis Teixeira delatou pagamento de 4 milhões em propina na Fetranspor

RJ: Lélis Teixeira delatou pagamento de 4 milhões em propina na Fetranspor

2 de outubro de 2019 Off Por revistadoonibus

RIO E BRASÍLIA – O ex-presidente da Federação de Transportes do Rio de Janeiro, a Fetranpor, que representa as empresas de ônibus do Rio de Janeiro, confirmou o pagamento de R$ 4 milhões em propina ao esquema de Marco Aurélio da Silva Canal, afim de evitar a lavratura de “infração excessiva em desfavor da Fetranspor”, como mostra sua delação.

A deleção premiada, que foi homologada pela Superior Tribunal de Justiça – STJ, Lélis Teixeira narrou um episódio de extorsão que acabou envolvendo o auditor fiscal Marco Aurélio da Silva Canal, por meio do contador Rildon Alves da Silva.

Foto: Reprodução de Internet – Site Antagonista

O ex-presidente da Fetranspor, foi denunciado no âmbito da Operação Ponto Final, com outros empresários do transporte, por pagamento de propina ao escandaloso esquema de corrupção de Sérgio Cabral.

Depois, Teixeira também foi denunciado e condenado na Operação Cadeia Velha, em razão do pagamento de propina a deputados estaduais e assessores.