Bandidos incendiam ônibus escolar no Ceará

Bandidos incendiam ônibus escolar no Ceará

24 de setembro de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

FORTALEZA – A onda de ataque de bandidos em diversos pontos de Fortaleza e na Região Metropolitana, seguiu aterrorizando moradores na noite desta segunda-feira (23). A frota de ônibus urbanos na região acabou sendo reduzida no início da noite por medo de novas ameaças.

Os ataques são de autoriza da facção Guardiões do Estado – GDE, como forma de protesto por uma possível ação do Governo do Estado atuar com mais rigor nos presídios do Ceará.

Foto: Reprodução de Internet

No município de Judá, na região do sertão, dois micro-ônibus escolar, acabaram incendiados na frente da prefeitura. Os veículos acabaram destruídos e com isso, irá prejudicar os alunos da região que necessitam do transporte escolar.

Em Fortaleza, ataques também foram registrados na noite e madrugada. No bairro da Vila Velha, criminosos tentaram atear fogo ao prédio do Juizado Especial por meio de um artefato incendiário lançado, mas o fogo não se alastrou.

Foto: Reprodução de Internet

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, sete suspeitos foram presos até ontem à tarde, todos identificados em ações criminosas no fim de semana e ontem.

Para reforçar o policiamento, a Polícia Militar suspendeu as férias de praças e oficiais, que retornam às atividades. Já servidores das polícias Civil e Militar que estavam em cursos tiveram as aulas suspensas para ajudar a conter os ataques.

Por conta da violência, a frota de ônibus em Fortaleza está reduzida em 30% nesta terça-feira (24). Policiais estão fazendo escolta dos veículos para tentar evitar novos ataques.

O governador Camilo Santana cancelou viagem que faria hoje para acompanhar a nova crise na segurança. “Trata-se de uma clara reação dos bandidos ao forte enfrentamento ao crime organizado que temos feito, dentro e fora das prisões cearenses, cortando comunicação, isolando e transferindo chefes criminosos, punindo de forma rigorosa atos de indisciplina e acabando com todo e qualquer tipo de regalia nos presídios”, disse o governador em suas redes sociais.

Com informações do Governo do Ceará