Idosa morre após cair de ônibus na Zona Norte do Rio

Idosa morre após cair de ônibus na Zona Norte do Rio

13 de setembro de 2019 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – Mais um ônibus urbano da Viação Caprichosa se envolve em acidente com morte. Na noite da última quarta-feira (11), uma idosa acabou morrendo depois de cair de um coletivo da empresa que fazia a linha 775, no bairro da Vila da Penha, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

A passageira identificada como Nádia Saldanha Gama tinha 65 anos, chegou a ser levada para o hospital e operada, mas não resistiu aos ferimentos.

Familiares e motorista dão versões diferentes para o ocorrido. O filho da passageira acusa o motorista de ter acelerado com a porta aberta, quando a aposentada ainda descia, ocasionando a queda.

“Imprudência do motorista que sai do ônibus em movimento antes de fechar a porta, e ela veio a óbito, a empresa não ficou, não prestou solidariedade, a gente está aí para que isso não aconteça mais”, disse Sandro Gama radialista.

O motorista do ônibus afirma que houve um acidente.

“Quando eu vi o senhor (outro passageiro), eu fechei a porta. Quando eu estava fechando a porta, ela correu pra descer. Quando ela correu pra descer, eu fechei a porta e aí ela caiu.”, diz o motorista Antonio Alcione de Freitas, que afirma não ter visto a passageira na escada e, por isso, ter fechado a porta.

Uma passageira que estava no ônibus e presenciou o momento confirmou a versão do motorista.

A polícia vai investigar se o que aconteceu foi um acidente ou se houve imprudência por parte do motorista.

A empresa não se pronunciou sobre o acidente.

Segunda morte em três meses

Esse é a segunda morte de um passageiro envolvendo a mesma empresa de ônibus, a Caprichosa, em dois meses.

No dia 11 de junho, um ônibus da linha 639 invadiu a calçada, no Engenho Novo, e atropelou a adolescente Alessandra Almeida da Silva, de 15 anos, que andava com a avó. Ela foi levada para o Hospital Salgado Filho, mas não resistiu e acabou morrendo na unidade. Na ocasião, o motorista não parou para prestar socorro.

Com informações da TV Globo