Rodoviários de Alagoinhas no interior da Bahia realizam paralisação

Rodoviários de Alagoinhas no interior da Bahia realizam paralisação

27 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

SALVADOR – Uma assembléia realizada no último dia 18 de julho, decidiu que os rodoviários de Alagoinhas, município com 180km de distância de Salvador realizassem uma paralisação nesta sexta-feira (26).

De acordo com a Prefeitura de Alagoinhas, cerca de 130 ônibus estão sem circular no município. Seiscentos e vinte oito motoristas e cobradores aderiram ao movimento.

Segundo Gilberto Martins, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários da Região Metropolitana de Alagoinhas e Paulo Afonso (Sindmetro), a categoria reivindica reajuste de 10% no salário e 10% nos ticket-alimentação, além do resgate do plano de saúde.

“Nós queremos reajuste salarial. Nós estamos em campanha salarial desde maio deste ano, mas nada ainda foi feito. Então, resolvemos entrar em greve. Não há previsão para retorno. As empresas dizem que ainda não têm nada para oferecer para gente. Eles dizem que já tem dois anos com o congelamento das passagens”, disse Gilberto Martins.

Representantes da Prefeitura de Alagoinhas chegaram a se reunir com os donos da empresas de ônibus, quando propuseram reajustar a tarifa do transporte coletivo da cidade em R$ 0,20. O valor passaria de R$ 2,50 para R$ 2,70. Mas as empresas não aceitaram, alegando que o reajuste não cobre as despesas.

A prefeitura, então, propôs realizar uma integração na Avenida Ayrton Senna para que os passageiros sigam dos bairros centrais da cidade até a rodoviária sem precisar pagar uma segunda passagem. As empresas aceitaram essa proposta. No entanto, nada ficou definido sobre o reajuste dos rodoviários.

Com informações da Prefeitura de Alagoinhas, Sindicato dos Rodoviários da Região Metropolitana de Alagoinhas e Paulo Afonso (Sindmetro) e Voz da Bahia