Empresa de ônibus demite motorista envolvido em acidente que matou jornalista no Rio

Empresa de ônibus demite motorista envolvido em acidente que matou jornalista no Rio

24 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

RIO – Após um acidente que matou o jornalista Cadu, ocorrido no último dia (17), em Copacabana, na Zona sul do Rio, a Viação Nossa Senhora das Graças, dona do coletivo, informou nesta quarta-feira (24), que o motorista foi desligado do quadro de funcionários.

Um vídeo gravado por uma câmera de segurança mostra o momento exato do acidente.

Nas imagens, é possível ver que o sinal estava aberto para Cadu, que dirigia uma moto, com a mulher na garupa, na Rua Miguel Lemos. Ao passar pelo cruzamento com a Rua Barata Ribeiro, às 19h43, um ônibus avança o sinal, e Cadu não consegue evitar o choque.

A mulher de Cadu, Viviane Meireles Vieira, sofreu ferimentos leves. O jornalista, que tinha 41 anos, morreu na hora. Ele era proprietário da empresa CVA Assessoria Esportiva.

Em nota, a empresa informa que vem colaborando com as autoridades na investigação e que desde o acidente, vem prestando solidariedade à família da vítima. O caso foi registrado na 13ª DP (Copacabana) como homicídio culposo.

Com informações da Prefeitura do Rio, Centro de Operações Rio e TV Globo