Chuva prejudica a circulação de ônibus na Região Metropolitana do Recife

Chuva prejudica a circulação de ônibus na Região Metropolitana do Recife

24 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

RECIFE – A manhã desta quarta-feira (24), tem sido de transtornos no transporte coletivo na Região Metropolitana do Recife (RMR). Moradores que precisavam sair para do trabalho ou escola, enfrentaram muita dificuldade para embarcar nos ônibus urbanos, tudo devido aos inúmeros pontos de alagamentos nas cidades, nas paradas e até mesmo em terminais de ônibus, deixando a mobilidade bastante reduzida em vários lugares.

Na zona norte do Recife, um trator foi utilizado pela manhã para atravessar os pedestres na BR-101, no bairro da Guabiraba. Já na cidade de Paulista, diversos pontos de ônibus do bairro do Janga estão lotados. O número de coletivos circulando está menor, de acordo com passageiros.
O Terminal Integrado Pelópidas da Silveira, também em Paulista, está sem energia, e os ônibus não estão circulando. De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, a situação do corredor Norte-Sul do BRT, que abrange, além do Pelópidas, as áreas de Igarassu, Abreu e Lima e Olinda, é a mais crítica nesta manhã. 

“Em virtude das fortes chuvas que caem na Região Metropolitana, desde a madrugada desta quarta-feira, o Grande Recife informa que o início da operação nos terminais integrados de Pelópidas Silveira e Igarassu foi comprometida. Pontos de alagamento se formaram na PE-15, na altura de Cidade Tabajara; na BR-101, próximo à Guabiraba; e na Caxangá, em frente ao TI CDU e no cruzamento com a BR-101, o que tem dificultado a passagem das linhas nestas regiões. Desde cedo, equipes do Consórcio estão nas ruas monitorando a operação e fazendo os devidos ajustes”, informou o órgão, em nota.

Na BR-101, o congestionamento que começa no Recife está chegando a Abreu e Lima. A rodovia está com o trânsito parado nos dois sentidos. Caminhões, carretas, ônibus, carros e motocicletas estão sem andar no local. Já a PE-15, na altura do Pelópidas em Paulista está com o trânsito livre.

De acordo com a Prefeitura do Recife, equipes formadas por 200 agentes e 140 orientadores de trânsito da Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) trabalham em áreas que foram afetadas pelas chuvas. “Além disso, equipes técnicas trabalham com o intuito de realizar os ajustes necessários na rede semafórica da cidade. A Central de Operações de Trânsito (COT) da CTTU, que funciona 24 horas por dia, também realiza o trabalho de monitoramento das vias, identificando os pontos mais críticos, através de 149 câmeras de videomonitoramento”, pontuou, em nota.

Com informações da Prefeitura do Recife, Consórcio Grande Recife e Agências