Assaltos a ônibus no Rio de Janeiro ultrapassa 8,7 mil casos no primeiro semestre

Assaltos a ônibus no Rio de Janeiro ultrapassa 8,7 mil casos no primeiro semestre

23 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

RIO – O número de assaltos a ônibus no Rio de Janeiro é assustador: foram 8.761 casos de janeiro a junho. Esse é o maior número registrado em um único semestre desde o início da série histórica, segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP).

De janeiro a junho, o número de assaltos a passageiros cresceu 14% no estado, na comparação com o mesmo período do ano passado. A maior parte ocorreu na Região Metropolitana.

Só nos municípios do Grande Rio, foram mil casos a mais que no primeiro semestre do ano passado: crescimento de 12%.

Na capital, as três regiões que tiveram maior aumento de assaltos a ônibus foram as áreas dos batalhões da Praça da Harmonia (+66,8%), da Maré (+43,4%) e de Olaria (+43,2%).

Na segunda-feira (22), durante uma entrevista coletiva, o governador Wilson Witzel prometeu reduzir esses crimes investindo em tecnologia e mais patrulhamento.

“O monitoramento eletrônico, reconhecimento facial e recomposição da polícia ostensiva como foi feito em Nova York, a tendência é reduzir o roubo de rua”, disse o governador.

Os passageiros esperam por essa mudança. Enquanto isso, o jeito é torcer para que a linha que eles embarcam não seja a mesma escolhida pelos criminosos.

A assessoria da Polícia Militar disse que, apesar do aumento no número de roubos em ônibus de janeiro a junho, se for considerado apenas o mês de junho, esse tipo de crime reduziu 22%. A PM afirmou que o comando da corporação determinou que o policiamento nos ônibus seja reforçado.

Com informações do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro e Tv Globo