Acre Alagoas Amapá ônibus Bahia Blog da Redação Brasília Brasil Ceará Centro-Oeste Cidades Espírito Santo Goiás Manaus Maranhão Mato Grosso Mato Grosso do Sul Mercado Minas Gerais Nordeste Norte Paraíba Paraná Pará Pernambuco Piauí Rio Rio Grande do Norte Rio Grande do Sul Rondônia Santa Catarina São Paulo Sergipe Sul Tarifa Terminais Tocantins Turismo Viajando de Ônibus

Setor rodoviário cresce após aéreas subir tarifas

RIO E SÃO PAULO – Desde o início deste ano, o setor rodoviário vem sofrendo mudanças e com isso, os passageiros passam a ter mais vantagens em algumas regiões. A alta dos preços das passagens aéreas que foi de 23,85% nos últimos 12 meses, de acordo com IPCA, assim como a cobrança por bagagens, juntamente com a resseção da economia brasileiras, o setor passou oferecer passagens mais convidativas.

Além da crise aérea, que teve aumento nas tarifas, a implantação do Aplicativo Buser, que traz tarifas promocionais em vários trechos, não tendo a obrigatoriedade de embarque nas rodoviárias, criando grupos de viagens, com modernos ônibus Leito, Leito Cama e Semi-leito com preço bem menores que os adquiridos nas rodoviárias, vem deixando o setor movimentado.

De outro, o setor rodoviário acaba se valorizando também por estar cada vez mais digital, com facilidades para os passageiros na hora de procurar e comprar bilhetes online, a adoção do check-in online por várias empresas, uma maior flexibilidade de promoções, além da disponibilidade de ônibus extras em feriados e datas especiais. Além disso, o reajuste no custo das passagens foi muito menor na comparação com o aéreo nos últimos 12 meses: 9,51% de acordo com o IPCA.

O portal de metabusca de passagens BuscaOnibus, que concentra informações de mais de 200 viações do Brasil e Mercosul e é parceiro das principais agências online de viagem (OTA), notou um aumento médio de 22% nas conversões (intenção de compra) em maio deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. A intenção de compra, explica o CEO e fundador do BuscaOnibus, José Almeida, se dá quando o usuário escolhe um horário de viagem e é direcionado para os portais parceiros que vendem as passagens (OTAs).

Foto: Reprodução de TV

Outro indicador destacado pela empresa é o grande crescimento da intenção de compras de passagens rodoviárias no trecho entre São Paulo e Salvador entre 01 de maio e 01 de julho: 440% no comparativo com o mesmo período de 2018. Outros trechos entre capitais que apresentaram forte aumento na intenção de compras neste período foram entre São Paulo e Porto Alegre (crescimento de 236%) e entre Brasília e São Paulo (202%).

A cada mês, são feitas cerca de 10 milhões de pesquisas sobre horários, trechos e preços de passagem no BuscaOnibus, que possui uma versão em espanhol em função do aumento de demanda de usuários do Mercosul nos últimos anos. Um exemplo dessa demanda latino-americana está no aumento da intenção de compra de passagens rodoviárias entre São Paulo e Santiago do Chile (um trecho de 3,2 mil km), que cresceu 750% entre 01 de maio a 01 de junho de 2019 frente ao mesmo período de 2018.

Ainda que menos de 10% das passagens rodoviárias sejam compradas online, o volume de buscas – e também de compra – pela internet tem crescido devido a outros fatores, como mais ofertas, infraestrutura melhor dos veículos, que estão mais modernos e oferecem wi-fi durante todo o trajeto. Além disso, os terminais rodoviários costumam ficar nas regiões centrais das cidades, reduzindo o custo e tempo de deslocamento.

Trechos que apresentam o maior volume de intenção de compra

1. São Paulo (SP) x Santiago (Chile) – 750%

2. São Paulo x Salvador (BA) – 440%

3. São Paulo x Porto Alegre (RS) – 236,1%

4. Brasília (DF) x São Paulo – 202%