Tarifa de ônibus aumenta em Campinas neste domingo 7

Tarifa de ônibus aumenta em Campinas neste domingo 7

3 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

CAMPINAS – Os passageiros de Campinas passarão pagar mais caro para se descolar nos ônibus urbanos municipais. Desde o dia 1º de julho, a Prefeitura de Campinas vem anunciando o aumento na tarifa do transporte público da cidade.

A tarifa que hoje é de R$ 4.70 passará para R$ 4,95, já no próximo domingo (7). Segundo a prefeitura, o aumento de cerca de 5,3% ocorre após um ano e meio sem reajustes. O índice de aumento, segundo a Administração, ficou abaixo do acumulado da inflação no período de janeiro de 2018 a maio de 2019, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) em 6,05%. O valor da tarifa no Bilhete Único, utilizado por 92% dos passageiros, passa de R$ 4,30 para R$ 4,55 (reajuste de 5,81%).

Para os estudantes que hoje conta com 60% de desconto na tarifa, passa para R$ 1,82 e o passe universitário, com 50% de desconto na tarifa, passa para R$ 2,28.

Para pagamento com QR Code (código digital) e Vale-Transporte, a tarifa passa de R$ 4,70 para R$ 4,95. O desconto de R$ 0,40 para usuários do Bilhete Único, que são a ampla maioria, continua obrigatório.

O chamado Linhão de Saúde/ Circular Centro (identificada pelo número 502) passa a ter tarifa de R$ 3,00 para o Bilhete Único Comum, de R$ 1,20 para o passe estudante e de R$ 1,50 para o passe universitário.

A prefeitura ressaltou que os usuários poderão recarregar seus cartões e adquirir o QR Code (que tem validade de 30 dias) pelos valores atuais do sistema, sem o reajuste, até sábado (6). A compra da passagem avulsa pode ser feita pelo QR Code Virtual, aplicativo gratuito que o usuário pode baixar em seu celular. A compra pode ser feita em qualquer momento do dia.

Foto: Divulgação – Prefeitura de Campinas

Segundo a prefeitura, no período de um ano e meio sem reajuste na tarifa dos ônibus em Campinas os preços dos combustíveis aumentaram 10,09% e os salários dos motoristas subiram 7,1%, fatores que fazem encarecer o custo do sistema público de transporte urbano.

Com informações da Prefeitura de Campinas