SP: Tacógrafos de ônibus escolares são roubados em Mogi das Cruzes

SP: Tacógrafos de ônibus escolares são roubados em Mogi das Cruzes

3 de julho de 2019 Off Por revistadoonibus

MOGI DAS CRUZES – Cinco tacógrafos de ônibus que fazem o transporte escolar de Mogi das Cruzes foram furtados na madrugada desta terça-feira (3). De acordo com a Prefeitura, dois homens invadiram a garagem da Secretaria Municipal de Educação e levaram os painéis de instrumentos dos veículos.

Em maio, um crime semelhante foi registrado pela polícia. Na ocasião, vândalos danificaram 30% da frota do transporte escolar de Mogi e 22 ônibus tiveram os painéis de instrumentos furtados. Por conta da ação, uma câmera de segurança foi instalada no local.

Foto: Reprodução – Tv Diário

O equipamento vai ajudar nas investigações. “A polícia já está trabalhando nessa ação desde maio, já temos pistas bem concretas, que ainda não podem ser divulgadas e tudo leva a crer que a ação foi sim coibida devido a reestruturação da segurança”, conta a secretária municipal de Educação, Juliana Guedes.

Dois homens aparecem nas imagens registradas pela câmera de monitoramento. Um deles pula o muro, força a porta dos veículos e retira os painéis. Um segundo suspeito fica do lado de fora, em um carro, aguardando para fuga.

No início da tarde, o local continuava preservado para perícia. Segundo a Prefeitura, os alunos não foram prejudicados.

De acordo com a secretária de educação, Juliana Guedes, várias melhorias já estavam previstas para serem feitas a partir desta semana. “Nós planejamos a ação para o mês de julho, porque essa é a última semana de aula. O fluxo de carros diminui e a gente tem condição de trabalhar aqui dentro para deixar tudo em ordem”, explica.

A Prefeitura informou ainda que uma segunda câmera de segurança deve ser instalada na garagem. “Estão sendo providenciados todo o muramento da área com arames, um novo sistema de alarmes e a instalação de mais uma câmera. Além disso, será feita a adequação dos espaços de visibilidade, com portões mais altos”, completa Guedes.

Sobre o monitoramento de segurança que já é feito, a secretária explicou que durante o dia há funcionários que circulam pelo local, inclusive existe uma guarita. Já no período noturno, o acompanhamento feito pela Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) é intensificado, além das rondas escolares que passam na região.

“O prejuízo físico vai ser sanado pelo seguro. Mas a questão que nos abala desde maio é como a gente pode passar por uma situação dessa, visto que são crianças que são transportadas. Muitas delas, para chegar à escola, dependem desses ônibus. Então eu acho que a gente está com prejuízo de consciência moral muito grande”, explica Juliana.

Quem tiver pistas que possam ajudar na localização dos responsáveis pode entrar em contato com a Guarda Municipal pelo número 153 ou pelo disque denúncias da polícia no 181.

Com informações da Tv Diário